16 abril 2022

A satisfação de viver - Por: Emerson Monteiro


Em essência, isto buscamos durante o tempo todo. Uns saem à procura nos seres e objetos, criam mil justificativas de sentir prazer em estar vivos. Passeiam pelo eterno quais catadores de conchas que as acumulam nos depósitos do passado e, com isso, aceitam razões imediatas e motivos só aparentes de andar aqui nesse teto das humanas condições. Pisam, esmagam, desfrutam dos instantes numa presa avassaladora, incontida. Olham em volta e rendem homenagens aos dias quando usufruem das ilusões sem maiores significados.

Outros, no entanto, passam a adquirir noções de consciência de que carecem mergulhar em si e desvendar o mistério da existência. Longa jornada rumo às estrelas, nos céus da individualidade. Avançam aos segredos pouco a pouco. Desmancham os invólucros da presença no passar dos astros pelo firmamento. Dias e dias a gritar dentro da alma sinais de intensa velocidade com que transcorrem as idades. Mais que só testemunhas das horas, sabem que precisam desfazer os equívocos da ignorância e acordam noutras luas.

Disso advém a satisfação de viver que todos desejamos todo momento.  Largar de lado o que disseram ser a outros interesses dos seus domínios.  Temos, portanto, o dever para conosco de cumprir a determinação de nos encontrar de verdade, sem alternativa que seja. As tais angústias, ansiedades, dificuldades incontidas nos desejos, representam a ausência dessa claridade nas pessoas, que trocam o presente pelo impossível de outras realizações abstratas.

No andar da sequência, vislumbramos atitudes ideais de alimentar nossos sonhos. Viver a essência de ter paz com a luz dos sentimentos bons, fora do desespero de criar limites ao senso de si. Sei que tal revela graus diferentes das individualidades, porém resume que somos o professor de nós mesmos e interpretaremos com sabedoria os tantos códigos da Natureza onde agora habitamos. Em nós persistirá sempre o grande encontro que nos liberará de vez da inconsciência e, enfim, ocasionará a realização do Ser que vive em nós.