01 janeiro 2022

O Fracasso da República: No Bicentenário da nossa Independência -- a ser comemorado em 2022 -- algumas reflexões....

Marechal Deodoro da Fonseca, o "pai" da República brasileira

    
De 1822 a 1889 o Brasil foi uma nação respeitada no mundo. Em 15 de novembro de 1889, houve um golpe militar que impôs a República. Nascida através de um golpe, à revelia da vontade da população, a República simboliza os interesses de grupos e partidos, em detrimento do bem geral. Acompanhe, a partir de hoje,  dados e fatos sobre o regime republicano no Brasil.

A República em números 

Em pouco mais de 130 anos, a república acumula:


•    2 estados de sítio,
•    17 atos institucionais,
•    6 dissoluções do Congresso,
•    19 rebeliões,
•    2 renúncias presidenciais,
•    3 presidentes impedidos de tomar posse,
•    5 presidentes depostos,
•    7 Constituições diferentes,
•    2 longos períodos ditatoriais,
•    9 governos autoritários.

 Na Monarquia o Brasil era um país de Primeiro Mundo. Veja nossa posição hoje

Segundo este ranking, num total de 167 países, o Brasil está entre as piores posições em Capital Social (133º posição), Segurança (111ª) e Qualidade da Economia (102ª). Nos itens Educação, Saúde e Qualidade de Vida, que são frequentemente usadas como "prioridades" pelos políticos brasileiros, o Brasil ocupa 90ª, 58ª e 63ª posição, respectivamente. Nem mesmo para investidores e empresários o Brasil representa um local seguro, ficando na 98ª posição no ranking num total de 167 países avaliados.

Segundo o IPC, que é o principal indicador de corrupção no setor público do mundo, o Brasil, "em 2019, manteve-se no pior patamar da série histórica do Índice de Percepção da Corrupção, com apenas 35 pontos". Neste ranking, 0 significa que o país é percebido como altamente corrupto e 100 significa que o país é percebido como muito íntegro. Com 35 pontos, o Brasil ocupa a 106ª posição num total de 180 países e territórios avaliados.

 Fonte: Site Monarquia Já

Postagem de Armando Lopes Rafael

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.