03 janeiro 2022

Certezas mais certas - Por: Emerson Monteiro


Quais reflexões soltas no espelho do Tempo, seguem os rios de gente e objetos, nessa ladeira longe dos reais conhecimentos da Verdade. Vagos sinais de depois, perduram só nalguns momentos o mais que sejam meras estatísticas criadas pela imaginação superficial. De certo em absoluto apenas vive nos rastros deixados fora, logo ali antes de agora. Queiram os maiorais e nem de longe registram algo que não seja a fuga disso. No entanto há que se tocar o barco, ainda porque fugir não existe aonde. E os orgulhos da raça imperam nas aves ansiosas pelas noites da história.

Querer diferente, ainda que desejemos porém que outro resultado vamos encontrar aguarda nas curvas desta condição de alimárias do Destino. As civilizações criam muitos personagens divinizados, querendo explicar o inexplicável. Existem deuses que encarnam figuras diversas e seus compromissos em ocorrências várias. A humanidade precisa que assim seja. Que leia nas lendas os valores que nunca dominam. Nisso, vagam entre os astros com as diversas interpretações, fruto das passadas vivências. Daí pede com gosto que seja diferente o que acontece adiante.

Em cada um habita pois esses autores nascidos pelas dores do parto da imprevisão. Padecem de causar espanto à busca de responder ao impossível. Prendem-se a manias, pensamentos, sentimentos, atitudes, apegos, prazeres e lutas, empreendimentos da fuga livre nos corredores de uma sequência natural de tudo. Tais fagulhas ao vento, deslizamos nas ondas desse mar, olhos postos em nós mesmos, vistos nos espelhos dos dias, o contrário do que somos na realidade pura.

Isso de juntar palavras dá nisto, numa flutuação inesperada de conceitos que regem o senso e, por vezes, impedem de a gente ver a nós próprios, achar o Eu que vê sem compreender o suficiente de acalmar o impulso desta comodidade e apurar o melhor, de clarear o império da Razão que vive no íntimo de todos, motivo do que somos e seremos sempre.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.