21 setembro 2021

Que temos com isso - Por: Emerson Monteiro


Quando vejo alguém sofrer dalgum dos males deste mundo, nessa hora sinto a necessidade urgente de olhar dentro mim, que eu descubra o que eu tenho a ver com o que os outros sofrem. Querer que não seja assim, que cada um fosse o dono de si, no entanto hoje ainda nem de longe posso praticar tal intenção. Se estou feliz, por que os outros também não podem estar? O que impede disto acontecer desde sempre? Há um vazio na alma da gente quando somos detentores de conforto, de paz, alegria, felicidade, e os outros nossos irmãos assim não estejam. O que fazer, então, a fim de modificar o quadro de sofrimento de tantos que padecem, nos bolsões de pobreza, nas guerras, nos hospitais, nas prisões, na ignorância, na maldade, na corrupção, fugitivos da harmonia que impera nas leis da Natureza, e de que jeito cada um de nós pode dormir acomodado, sem nada fazer que modifique esses padrões dantescos, quando haverá um momento, criado por nós, no íntimo da nossa consciência de transformar as visões desse universo em que vivemos?

Sei que temos algo a ver com isso; que, no mínimo, devemos exercitar o ensino das religiões, das filosofias positivas, dos mestres, a que possamos reverter a sequência de dores deste Chão. Que nos cabe agora mesmo algo a fazer a todo instante, seja pelos pensamentos, orações, práticas de vida, lideranças, riquezas, no sentido de iluminar a vibração dos corações e produzir frutos novos de amor e luz.

Sei, sim, que somos os seres responsáveis por tudo isso... Que podemos construir o sonho das horas felizes na dimensão onde se presenciar tanta beleza nas realizações de Deus, que nos alimenta, nos conduz diante das estradas aonde faremos novos os dias. Carecemos abrir os olhos e querer a todos o bem que queremos aos nossos irmãos, nossos filhos.