01 setembro 2021

1º de setembro de 2021 – há 100 anos, Denizard Macedo nascia em Crato. (por Armando Lopes Rafael)

 
Prof. Denizard Macedo, um cratense ilustre

   José Denizard Macedo de Alcântara veio ao mundo em Crato, na Praça da Sé, em 1° de setembro de 1921. Naquele dia a população cratense festejava a data consagrada a Nossa Senhora da Penha, Imperatriz e Padroeira desta cidade. Talvez por isso seus pais fizeram-no afilhado da Virgem da Penha.

      Denizard Macedo viria a se destacar como um intelectual. Foi, também, professor em várias instituições de ensino de Fortaleza, além de um homem de ideias firmes e transparentes. Lecionou na Escola Preparatória de Cadetes, do Colégio Militar do Ceará, Instituto de Educação, Faculdade Católica de Filosofia, Escola de Serviço Social e vários educandários de segundo grau. Incursionando na política foi eleito vereador por Fortaleza. Foi também jornalista, ensaísta, historiador, conferencista e geógrafo. Pertenceu à Sociedade Cearense de Geografia e História, Instituto do Ceará e Academia Cearense de Letras (onde ocupou a cadeira de n° 34, substituindo outro cratense, J.de Figueiredo Filho).

       Foi, também, Secretário da Cultura do Ceará. Escreveu as seguintes obras: A Universidade na Defesa Nacional; Fundamentos da Administração Cearense; A Conjuntura Histórico-Geográfica da Industrialização Brasileira; Racionalização da Competência Administrativa do Município; Geografia da América; Cultura e Universidade; Vida do Brigadeiro Leandro Bezerra Monteiro; Ascensão e Declínio do Magistério Brasileiro; Ensino de Filosofia no Ceará e Retrato da História da Independência.

                                                         Casamento de Denizard & Eliana

          Católico sincero, possuidor de sólida formação moral e religiosa, Denizard era monarquista convicto, apesar de a República brasileira, àquela época, proibir qualquer divulgação pública sobre as vantagens da forma de governo monárquica. Para quem não sabe, os monarquistas foram os últimos anistiados políticos desta ineficiente e caótica república brasileira. Havia uma cláusula pétrea, vigente nas Constituições republicanas (foram 6 no total) as quais proibiram,  durante 100 anos (de 1889 a 1988) mencionar-se, em público, as vantagens da monarquia.  Somente com o advento da sétima constituição republicana – a atual –, promulgada em 1988, concedeu liberdade aos monarquistas de exporem à luz do sol suas ideias. 

     Denizard Macedo faleceu com 63 anos de idade.É considerado uma das mais valorosas pessoas nascidas na Cidade de Frei Carlos Maria de Ferrara.

Denizard Macedo pouco antes da sua morte