27 julho 2021

O poder inestimável do otimismo - Por: Emerson Monteiro


Diante dos acontecimentos, só a realidade persiste. Nuvens vêm e vão, às vezes escuras, tantas vezes suaves. Flores, há flores, esperança, que é a matéria prima da fé. Luzes que clareiam enquanto as noites dormem. Vontade intensa dos dias melhores, que sempre vêm. As cores, as formas, os dias, quanto de bondade envolve os corações. Quanto ainda resta até que nos rendamos de tudo à paz da consciência da gente. Quantas alegrias circulam os momentos, enquanto horas fluem nesse ritmo das horas. Isso de esperar o melhor daquilo que plantamos de mãos limpas. A certeza da justiça sobranceira, que jamais haverá de faltar. O ordenamento natural dos fenômenos a que temos de obedecer, porquanto de perfeição os céus do Universo assim determinam. Durante todo tempo, a configuração de uma plenitude dominante no quanto existe e existirá sempre. Motivos que sobram de a gente aceitar as condições ideais de tocar em frente nossas vidas, junto de pessoas que se amem e usufruam da grandeza desse amor.

Em face de tais justificativas, trilhemos o espaço das histórias de modo leve, de conformidade ao que mais desejemos, a nós e aos nossos irmãos. Que usufruamos das respostas que o sentido de viver possa produzir de útil das nossas atitudes. Que os valores que adotemos permitam que aguardemos consequências de felicidade, que disso alimentemos com firmeza. Que o transcorrer do tempo signifique resultados positivos perante os segredos da bondade. Sermos livres de pesadelos, salvos de nossos equívocos e amigos de nós mesmos, na prática das boas ações. Acalmar o coração e apaziguar os pensamentos por meio de novos métodos de cura da alma. Permitir ser autores dos instantes de harmonia que tanto aguardamos dia após dia. Realizar, pois, a nossa transformação através dos instrumentos de que recebemos a virtude. E então haverá um jardim de palavras claras e sonhos transparentes da Luz neste Chão.