31 dezembro 2021

Postagem de reflexão no último dia de 2021: A primeira poetisa negra dos EUA

 

    Um resumo sobre a história de uma mulher, sobre a qual vale a pena sabermos mais!  
“Chamava-se Phillis, porque era o nome do navio que a trouxe, e Wheatley, que era o nome do comerciante que a comprou. Ela nasceu no Senegal.

   Em Boston, os traficantes de escravos colocaram-na à venda:
-Ela tem sete anos! Ela vai ser uma boa égua!
    Ela foi tocada, nua, por muitas mãos.

    Aos treze anos, já escrevia poemas numa língua que não era a sua.
Ninguém acreditava que ela era a autora. Aos vinte anos, Phillis foi interrogada por um tribunal de dezoito cavalheiros iluminados de toga e peruca.

    Ela teve que recitar textos de Virgílio e Milton, algumas passagens da Bíblia, e também teve que jurar que os poemas que havia escrito não eram plagiados. De uma cadeira, ela fez seu longo exame, até que o tribunal a aceitou: ela era uma mulher, ela era negra, ela era uma escrava, mas ela era uma poetisa.

      Phillis Wheatley, foi a primeira escritora afro-americana a publicar um livro nos Estados Unidos"

Fonte: Rosicler Moraes E Souza via “Grandes Mulheres Que Marcam a História”
@projetomemoria
#projetomemoria
Postagem: Armando Lopes Rafael

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.