04 dezembro 2021

A intuição - Por: Emerson Monteiro


Dessas variantes que chegam em ocasião necessária e trazem consigo milhares de pequenas partículas de longas jornadas mentais, invadindo o deserto da gente e esfacelando de vez a sequidão do silêncio. Chegam, e determinam. Impõem, até podemos dizer, qual sonho que se houvesse real sonhariam longe das mais vagas previsões. Trazem de junto, no entanto, respostas a quantas perguntas que viviam vagando os céus da consciência, talvez fora de propósitos, mas que pediam resultados, a fim de escolher um caminho a seguir. Então, abrem alternativas de modo que restam disso tão somente andar pelo espaço da imaginação na busca de conhecer aonde ir nessas paisagens da existência.

São assim as intuições tais inspiração de momento a momento, resgando clareiras nessas florestas dos dias, talhos imensos no teto do universo em movimento de dentro das pessoas. E daí, surgem questões de querer saber também o que nadaria no íntimo das outras criaturas, que diriam a si que presenciassem da própria história. Mesmo que sejam só figuras de preencher o território que ocupem, no entanto se não iguais pelo menos que sejam tão parecidas com a nossa identidade.  Gente, afinal.

Nisso, nos observando, queremos conhecer que, se somos iguais às outras criaturas caminhando ao nosso lado, ao menos saber quem o são, e nós iguais dessa forma seremos. Essa procura insana de revelar o ser de dentro, se nem saber o que eles, os outros, sejam, de maneira semelhante vagam todos no tempo feitos fervilhantes pensamentos em ação inevitável.

Intuir, pois, eis o formato de transcrever no sentimento aquilo que as horas quiseram falar e deixamos de interpretar, esse esforço sobre-humano de salvar a pele e trazer à tona conteúdo às nossas almas vazias. Sustentar o enredo das histórias individuais, porém só meras peças soltas de descomunais quebra-cabeças, numa constante agitação. Fagulhas de fornalha acesa sob camadas sucessivas de terra em que antes fomos o abismo desse nada que bem ali permanecemos até desaparecer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.