22 setembro 2021

Do seriado (inesgotável) “Coisas da República” – por Armando Lopes Rafael

 Mídia brasileira: a mais sórdida do mundo

“Mentez, mentez, il restera toujours quelque chose”
(Menti, menti sempre ficará alguma coisa)
Voltaire

       A começar pelas redes de televisão. O saudoso Cardeal-Primaz do Brasil, Dom Lucas Moreira Neves, já dizia: “A televisão brasileira tornou-se uma escola de criminalidade e violência. Acuso-a de ser corruptora de menores, em virtude de programas da mais baixa categoria moral, pelas cenas e pelo palavreado”.

               Imagine se Dom Lucas tivesse vivido para ver os noticiários televisivos de hoje...prenhes de mentiras. Não quero, de modo algum, generalizar. Mas clama aos céus, as inverdades forjadas para manipular a opinião pública por certos veículos, voltados unicamente para acusações ao Governo Federal. Tornou-se abusivo. Ninguém lê mais as notícias sobre a política.

                Jornais como “Folha de S.Paulo”, “Estadão”, “Estado de Minas” e muitos que se publicam no país, todos com tiragens diminuindo a cada dia, vomitam – 24 horas diárias – matérias para desacreditar o Governo Federal, enquanto apresentam como “lideranças” “sadias” e “esperançosas” pessoas do naipe de Lula, Omar Aziz, Renan Calheiros, além dos parlamentares das bancadas do PT, Psol, PCdoB, et caterva... Risível!

                 A atual mídia brasileira, decadente, sem credibilidade, com seus colunistas venais e subservientes (fazem tudo para sustentar o emprego), tem a cara da banda podre desta República...


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.