29 março 2021

8 de março: há 213 anos a Família Real Portuguesa desembarcava no Rio de Janeiro – por Armando Lopes Rafael (1ª Parte)

   A transmigração da Família Real Portuguesa para o Brasil foi iniciada em 29 de novembro 1807, data do embarque da comitiva, com um séquito de mais de onze mil pessoas. Essa comitiva aportou em Salvador, na Bahia, no dia 22 de janeiro de 1808, Ali demorou-se cerca de um mês rumando para o Rio de Janeiro, aonde desembarcou 8 de março do mesmo ano.

    Conquanto o motivo imediato dessa transferência fosse a invasão de Portugal pelas tropas de Napoleão Bonaparte – que vinha com o plano de extinguir a dinastia dos Bragança e dividir as terras de Portugal, e de suas colônias, entre a França e a Espanha – o plano de deslocar a corte portuguesa para o Brasil era uma ideia bem antiga. A primeira vez que se cogitou nesse plano foi entre 1640 e 1668, durante a guerra de independência de Portugal contra a Espanha. Registram os historiadores que, àquela época, o famoso Padre Antônio Vieira sugeriu ao Rei Dom João IV a transferência da sede do reino português para o Brasil, com o objetivo de aqui fundar o Quinto Império – um reino católico e português – que seria o substituto do Império Romano como líder do mundo.

     Já no século XVIII, em 1731, o diplomata e político Dom Luís da Cunha sugeriu, em suas Instruções Políticas, que Portugal estabelecesse sua corte no Brasil e, a partir do continente americano, refundasse sua monarquia com o título de Império do Ocidente. Ainda no século XVIII – entre 1761 e 1763 – diante da ameaça de uma invasão franco-espanhola ao solo lusitano, o Marquês de Pombal chegou a determinar a formação de uma esquadra para levar ao Brasil o Rei Dom José I e sua corte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.