19 fevereiro 2021

O mundo em nós - Por: Emerson Monteiro


Desde mínimos detalhes, somos o espelho que reflete a realidade presente. Vivemos na medida com que nos apercebemos disto. Crescemos conosco próprios. Artífices da nossa consciência, elaboramos o caminho dos nossos passos e tocamos adiante esse mundo que nos é dado face a uma nova percepção. Daí vêm todas as escolas que transitam pelas nossas atitudes. Assim, tais maestros que se aperfeiçoam, vivemos mundo à parte do das outras criaturas individuais. Em segredo, construímos visão nova do universo e sustentamos histórias de que somos diretor e ator principal. 

No entanto havia de existir também aquele com quem nos cabe contracenar a peça desta vida. Enquanto viajamos pelos dias, temos em nós esta companhia incessante. Havemos, lá um momento, de compreender que a solidão é mero instrumento de revelar essa presença constante, contraditória. 

Foram muitos séculos até avaliar a dimensão de transformar a realidade que refletimos em consistente compreensão deste mundo, aonde todos seguimos na busca de encontrar uma verdade definitiva. Agora existem muitos que se trabalham neste sentido, adotando providências que possam sustentar a salvação de si mesmo depois de tudo, no quanto de concreto já exista.

Nisto, seremos os professores que ensinam outra visão do que seja viver, modificando-a incessantemente qual norma de resistência diante da transitoriedade desse plano material. Prudentes na resposta que providenciam no transcorrer das existências, trabalhamos outra possibilidade além do simples percorrer das vidas e desaparecer no firmamento.

Porém essa providência inevitável requer iniciativa de valor inestimável. Exige esforço de renúncia, e reclama superação das costumeiras respostas negativas dos comportamentos ocasionais. Algo de sublime que aconteça, vindo de nosso coração, misto de religiosidade e esforço. Fé e trabalho, em favor dos valores místicos; transformação de nós em novos seres, que significam o itinerário de Si a uma nova revelação. De meras presas do destino, seremos a fonte da Perfeição de que ora somos a semente. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.