26 fevereiro 2021

Manhã de chuva - Por: Emerson Monteiro

 


Das características de viver neste lugar, entre o semiárido e a serra, no Cariri cearense, tem isso, de, todo ano, esperar pelas chuvas. São chuvas de verão, no dizer da Ciência, porquanto nem inverno seria no período. E esta madrugada elas vieram com gosto. Algo acima de 120mm. Trovões. Rios cheios. Terra molhada. Animação dos sertanejos de ver barreiros, açudes, barragens, refazer suas reservas e as roças e os animais desfrutar das bênçãos vindas dos céus. 

Isso além das reações na alma da gente. Algo que regressa aos idos da infância, de noites frias, bichos contentes no curral, no terreiro, marulhar dos riachos no eito das capoeiras, alento, afinal, dos dias bons de esperanças e certezas doutro ano de fartura nas plagas do Sertão. Nessas revivescências, luzes diferentes reviram dentro das criaturas, que ficam mais silenciosas, mormacentas, caladas pelos cantos. 

A caboclada aquieta de imaginar dias menos densos, os refrigérios das matas, solo mais afeito aos golpes da enxada e menos intensidade no sol da roça, face ao nevoeiro que demora e persiste com a festa de deixar chover tanto quanto a terra necessita de gerar vida. Por si só, o canto dos pássaros parece afinado ao tom das gotas na folhagem e do escorrer da água pelo chão.

Bem isto de viver as glórias desta parte de mundo, espécie de roleta incerta dos que vivem aqui e contam nos dedos os dias nas possibilidades das nuvens que chegam ao Nascente. Primeiro, formam torrões, nuvens maiores, lá na barra do horizonte. Depois, crescem avassaladoras, e próximas, despejam dadivosas o alento das chuvas anuais.

Há segredos revelados nessas épocas do inverno sertanejo, exercício de religiosidade sacrossanta, algo semelhante a sonhos bons feitos realidade. Enquanto isto, desperta no coração das pessoas o desejo forte de que seja sempre assim na continuidade da vida que segue adiante, um plantio só de uma eterna felicidade.

(Ilustração: Tempo chuvoso, foto de Mateus Dantas (Jornal O Povo).


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.