23 janeiro 2021

Benigno Aquino - Por: Emerson Monteiro


Há uma história que presenciei à distância, através dos programas de televisão. Isso no tempo em que Ferdinand Marcos era ditador nas Filipinas. Seu principal adversário político, Benigno Aquino, se achava ausente, em exílio auto-imposto nos Estados Unidos, quando decidiu que regressaria à pátria, então vítima do totalitarismo e submetida a duras penas de exceção. Nisso, Aquino embarca em avião comercial com destino às Filipinas. Junto dele havia jornalistas, cinegrafistas e testemunhas outras que o acompanhavam naquele voo de regresso, isto face ao grave impulso do líder perseguido pela ditadura de reaver a normalidade da nação. 

Era dia 21 de agosto de 1983. Durante o voo, houve entrevistas gravadas, fotografias, diálogos, tudo registrado sob os olhares da mídia internacional. Todos admiravam a atitude extrema daquele homem de feições tranquilas, olhos vivos e corpo franzino, que manifestava intenso o amor pelo seu povo, mesmo ciente dos riscos que atravessaria ao desembarcar, porém firme de sua decisão. Por tudo aquilo, pairava clima de incerteza e temor.

Daí, as cenas seguintes: O avião no solo; aberta a porta do desembarque; providências outras; de cima, trajado de branco e com uma bolsa de bagagem a tiracolo, as câmaras lhe gravariam os instantes finais de vida. 

Logo que pisou ao chão da querida pátria, vemos ser abordado por figuras truculentas e levado em direção a uma viatura militar. Foram as derradeiras imagens do político. Nunca mais dele haveria notícias, a não ser daquele momento, d que fora eliminado ali mesmo, mártir da coragem de permanecer fiel ao povo que tanto amava, que mereceu o seu sacrifício nas garras perversas do ditador, a quem a História não pouparia justiça.

O Dia de Ninoy Aquino é um feriado nacional que ocorre nas Filipinas, anualmente em 21 de agosto, comemorando o dia da morte do ex- senador Benigno "Ninoy" Aquino, Jr. Ele era o marido de Corazón Aquino, que mais tarde se tornou presidente das Filipinas; eles são tratados como dois dos heróis da democracia no país. Seu assassinato levou à queda de Ferdinand Marcos em 25 de fevereiro de 1986, através da Revolução do Poder Popular. (Wikipédia)


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.