09 novembro 2019

A República Golpista



    Por mais que alguns republicanos tentem provar que o povo brasileiro não queria mais a  Monarquia Constitucional;  que a República era um anseio popular dos brasileiros e que o movimento que resultou em sua proclamação estava organizado até os ínfimos detalhes, os fatos foram bem diferentes.

O Imperador Dom Pedro II e a Princesa Dona Isabel eram respeitados e admirados pela gente humilde, que, no ano anterior, deixara de ser escrava. O Partido Republicano havia conseguido eleger apenas dois Deputados nas eleições de agosto de 1889, e, nas ruas, as simpatias que conseguia angariar eram episódicas e pouco eficazes.

(Baseado em trechos do livro “Revivendo o Brasil-Império”, de Leopoldo Bibiano Xavier)