06 outubro 2019

Fim dos tempos? ante a falência dos governos tradicionais, já se fala em futuros governos de gigantes multinacionais – por Luiz Augusto Casseb Nahuz (*)




    Os governos, com algumas exceções, vêm mostrando desempenho deficiente no mundo todo. Tenho até ouvido previsões sobre o desaparecimento dos governos em seus modelos atuais, vindo o mundo a ser governado por 30 ou 40 gigantes multinacionais, que já estariam ensaiando novos rumos para a economia, até com novos tipos de moeda e novas formas de distribuição dos bens e serviços.

     Será que teremos uma reforma social gigante nas próximas décadas, com um sistema que, ancorado no grande desenvolvimento tecnológico, venha a suprir as necessidades da sociedade, desde as primárias e essenciais até os desejos mais efêmeros? Pode ser um sonho ou um pesadelo. Mas tem verossimilhança!

(*) Luiz Augusto Casseb Nahuz – e-mail: luiz.nahuz@gmail.com

Diferenças e semelhança entre o Crato do Alentejo (Portugal) e o Crato do Cariri (Brasil) – por Armando Lopes Rafael – 1ª Parte



(Excertos da palestra proferida no 1º Seminário da disciplina “Etnoconhecimento e Educação Escolar” realizado em Crato, nos dias 3 e 4 de outubro de 2019)

1.    Sobre: Portugal, Alentejo, Crato

 Castelo existente na vila de Crato (Portugal)

       Embora não existam laços de proximidade entre os habitantes do Crato de Portugal e do Crato do Brasil, todo cratense do Cariri, ou seja, os aqui nascidos ou residentes, temos simpatia pela cidade portuguesa do Alentejo, que também carrega o nome de Crato.

         Aliás, este próprio evento, que estamos a realizar (o “1º Seminário da disciplina “Etnoconhecimento e Educação Escolar” com o título "O Crato Caririense e o Crato Alentejano: História, Cultura e Educação” é uma prova do que afirmo. Os cratenses brasileiros, de um modo geral, gostam de Portugal e dos portugueses.

          Na verdade, são apenas dados comparativos entre os dois Crato, que reuni, após ligeira pesquisa, para compartilhar com vocês. A conferir.

    Nunca é demais lembrar que Portugal é um pequeno país; o mais ocidental do continente europeu, pois fica localizado no início da península Ibérica. Em Portugal fica o Alentejo, uma região do centro-sul daquele país. O Alentejo tem uma área de 31.551,2 km² e cerca de 760 mil habitantes. Se compararmos a região do Alentejo com as regiões brasileiras, aquela porção de terra portuguesa torna-se, pequena para nós, brasileiros.  No entanto, o Alentejo é a maior região de Portugal em termos de área.

     No Brasil, um país continental, a divisão da federação se resume a estados, Distrito Federal e municípios. No total temos 26 estados e 5.565 municípios. Em Portugal há uma pequena diferença em relação a divisão territorial brasileira. Portugal conta com 18 distritos, 308 concelhos e 4.260 freguesias. Faço uma sumária explicação do que é isso.

       Distrito, em Portugal é diferente dos distritos brasileiros. Aqui distritos são pequenas vilas, existentes nas zonas rurais dos municípios.  Em Portugal, Distrito é um território de uma divisão administrativa daquele país. Exemplificando: O Estado do Ceará é dividido em 8 Macrorregiões de Planejamento, 2 Regiões Metropolitanas e 18 Microrregiões. Se fosse em Portugal, essas regiões do Ceará seriam chamadas “Distritos”.  

        Ou seja, se fosse em Portugal, o nosso Cariri seria um distrito. E o que é Concelho, em Portugal? É um pequeno território dentro de um distrito, ou seja, seria um município aqui no Brasil. Já Freguesia, em Portugal, é um conjunto de ruas, casas de uma vila ou cidade. Freguesia poderia ser o que chamamos de bairros no Brasil. Para se ter uma ideia melhor: Lisboa – capital de Portugal –tem 24 freguesias, ou seja, 24 conjuntos urbanos, que congregam um ou mais bairros de Lisboa.

Centro da vila de Crato (Portugal) 

        O Crato português  é uma pequena  vila, localizada no Distrito de Portalegre, na região do Alentejo. Crato alentejano é sede de um município com 398,07 km² de área e com cerca de quatro mil habitantes. Oficialmente o Crato português é uma vila, sede de Concelho (ou seja, tem foros de cidade) possuindo quatro freguesias (ou seja, possui quatro bairros), e fica localizada no Distrito de Portalegre (ou seja, na divisão administrativa de Porta Alegre) situada na região do Alentejo.

      O Alentejo possui três distritos: Portalegre, Évora e Beja e mais: a metade sul do distrito de Setúbal e parte do distrito de Santarém. Existem naquela região 58 conselhos, ou seja,58 municípios. Desses conselhos alentejanos, 22 localidades possuem a categoria de cidade e 36 são consideradas vilas, inclusive o Crato.

Texto e postagem de Armando Lopes Rafael

Diferenças e semelhança entre o Crato do Alentejo (Portugal) e o Crato do Cariri (Brasil) – por Armando Lopes Rafael – 2ª Parte


(Excertos da palestra proferida no 1º Seminário da disciplina “Etnoconhecimento e Educação Escolar” realizado em Crato, nos dias 3 e 4 de outubro de 2019)

2.    Crato lá e Crato cá

  E o Crato brasileiro? Nosso Crato é uma cidade de porte médio – dentro das convenções do tamanho das urbes brasileiras contando cerca de 135 mil habitantes. É sede de um município com 1.157,9 km² e fica localizada na região do Cariri cearense.    Comparado com os dados do seu homônimo português, vê-se que o Crato brasileiro tem quase três vezes a área geográfica do Crato português, enquanto no item “população” o Crato brasileiro tem uma população 3.375 vezes maior do que o Crato do Alentejo.

Vista parcial do bairro Ossian Araripe -- Crato-Ceará

    Já a região do Cariri é uma região pequeníssima para os padrões do Brasil. O Cariri tem 17.390,30 km2 (quase a metade da região do Alentejo), e uma população de mais de 1 milhão de habitantes. No tocante aos aspectos geográficos sabemos que a região do Cariri cearense, tem um relevo horizontalizado em torno da Chapada do Araripe, e atinge altitudes médias de 750m, porém, em algumas formações atingem mais de 900m.

       A geografia física do território do Alentejo português é bastante uniforme, com a planície a dominar a paisagem quase por completo, com altitudes que na maior parte do território ondulam entre apenas 200 a 400 m de altitude, interrompida aqui e ali por vales e por serras com vertentes pouco inclinadas e semeada de barragens relativamente extensas. O Cariri cearense possui vegetação variada, incluindo carrasco, caatinga, floresta tropical e cerradão. De suas escarpas, surgem fontes e mananciais que irrigam o sopé, garantindo mais fertilidade, tornando o Vale do Cariri uma das áreas mais povoadas do Ceará.

       No quesito “história” o Crato português dá um banho no seu homônimo brasileiro. O Crato do Alentejo, remonta ao século 3º antes de Cristo, enquanto que o Crato brasileiro surgiu apenas por volta de 1740, ou seja, foi povoado há apenas 279 anos. 

Catedral de Nossa Senhora da Penha -- Crato-Ceará

Texto e postagem de Armando Lopes Rafael