22 agosto 2018

Sussurros do Infinito - Por: Emerson Monteiro


Esses sons que percorrem o Universo também atravessam os ouvidos das pessoas e os objetos na mesma intensidade, ocasionando diversas interpretações de tudo em volta. Delas, das interpretações, advêm modos variados de comportamento, o que enche as páginas e os livros, os becos e as vilas. Quais murmúrios de origem na própria pele das palavras, blocos de significados preenchem o tempo e em seguida denominam memórias, lembranças, e regressam às mentes e criam novos sons e significados. Quais sendo assim, há círculos de visões e audições a produzir que resolvam classificar a vida consciente. Isso se demora, depois, nos hábitos e costumes, alimenta as mentalidades e os períodos, as modas e os valores. Pois bem, daí nascem pensamentos e mentalidades, crenças e poderes.

Viajar nesse motivo das civilizações demonstra o quanto frágeis são a formações e o nível das percepções; as leis e os ordenamentos; os pecados e as instituições. Balizamentos quase que naturais, exigem forte determinação de vencer tais barreiras e criar novas formulações, necessárias ao crescimento de outras possibilidades. Ficar presos nos vagões do Destino nisso parece corresponder os gestos ditos inteligentes das criaturas, só raramente superados nos momentos críticos. A acomodação representa, destarte, o quadro típico da história durante todo tempo.

As massas fogem assustadas de alternativas que exigem maiores conhecimentos, renúncia e esforço. Deitam e rolam nos braços de aventureiros de plantão quase que abandonando, jogando ao mero acaso, soluções e providências preciosas. Sobremodo isto acontece nos turnos eleitorais, fases definidoras do futuro dos grupos sociais. A raça humana, que desenvolve os instrumentos da política, por vezes simplesmente faz vista grossa da importância da participação nas escolhas, e atira pela janela o bem fundamental da oportunidade, qual ignorando por inteiro os sussurros do Infinito a lhe oferecer mensagens coerentes de selecionar os bons representantes e aprimorar a prática administrativa da sociedade onde vive e aguarda melhores momentos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.