02 dezembro 2017

Conservando a memória histórica: placas históricas existentes na Catedral de Crato -- por Armando Lopes Rafael


São, pelo menos, seis as placas de metal existentes no interior da Igreja-Catedral de Crato. Outras ainda existem naquele templo. Das seis, transcrevemo-las abaixo pela ordem cronológica:
1 – Uma placa mortuária:
“Venerandos restos mortaes de Antônio Luiz Alves Pequeno
       Fallecido a 14 de fevro de (18)72, e do Dor. Antonio Pinto Barbosa Cordeiro, este falecido na cide. Do Icó em 29 de Junho de (18)74”.
2 – Uma cruz que assinala a passagem do século XIX para o século XX:
       “1900
         1901
         Jesus Christus Deus Homo
         Vivit Regnat Imperat
          Homenagem (Fre)guesia de
          N.S. da P. Crato”.
3 – Placa comemorativa do Jubileu de Diamante da Diocese:
      “Para perpétua memória 1914 – 20 de outubro – 1989 Jubileu de Diamante: Diocese do Crato, criada pelo SS Papa Bento XV; 1º Bispo D. Quintino Rodrigues de Oliveira e Silva, 2º  D. Francisco de Assis Pires, 3º D. Vicente de Paulo Araújo Matos, Auxiliar D. Newton Holanda Gurgel “Soli Deo omnis honor et gloria”.
4 – Placa comemorativa do novo milênio:
      “Jesus Cristo: Ontem, Hoje, e Sempre
        Celebrando o Jubileu dos dois mil anos da Encarnação do Verbo de Deus
        1999  2000  2001”
        Diocese de Crato – CE
        1914 – 85 anos – 1999
        Com Maria, Mãe de Deus e nossa Mãe, rumo ao novo milênio”
5 – Placa comemorativa a dedicação do templo como catedral
       “Diocese de Crato
         Paróquia Nossa Senhora da Penha
         Sé-Catedral
         “Este edifício faz vislumbrar o mistério da Igreja, que Cristo santificou com seu  
Sangue, para apresentá-la a si mesmo qual Esposa Gloriosa, Virgem deslumbrante pela integridade da fé, Mãe fecunda pela virtude do Espírito”
No dia 20 de Outubro do ano da Graça do Senhor de 2013, por ocasião dos 150 anos de nascimento de Dom Quintino Rodrigues de Oliveira e Silva, 1º Bispo Diocesano, da Celebração do Ano da Fé e da Abertura do Jubileu do 1º Centenário da Diocese de Crato, foi Solenemente Dedicada esta Igreja Catedral em cerimônia presidida por Sua Excelência Reverendíssima Dom Fernando Panico, Bispo diocesano de Crato.
Pontificado: Papa Francisco
Episcopado: Dom Fernando Panico
Paroquiado: Pe. Francisco Edimilson Neves Ferreira
PARA PERPÉTUA MEMÓRIA
Crato, 20 de Outubro de 2013”.
6 – Placa assinalando o térmico do governo episcopal de Dom Fernando Panico
    Localizada à esquerda da entrada da Catedral. É a única existente na Diocese para marcar o final de um governo episcopal. Vale a pena entrar na catedral e ler esta placa para resgate Ad Perpetuam Rei Memoria de um valoroso Sucessor dos Apóstolos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.