29 dezembro 2017

A incongruente “Zona Azul” de Crato – por Armando Lopes Rafael


   A nova “Zona Azul” reimplantada pela atual administração municipal de Crato é cheia de incongruências. Vejamos apenas uma delas. A Rua Tristão Gonçalves  – mais conhecida como Rua da Vala – no centro comercial da cidade, não foi beneficiada com o serviço da Zona Azul. A Rua da Vala é, provavelmente, a artéria urbana do centro citadino com maior número de veículos estacionados. Dado a sua extensão ali são estacionados, por exemplo, duas vezes mais veículos do que na Praça da Sé. E nesta última existe a “Zona Azul”.
     A razão dessa incompetência? Ninguém sabe. A Rua da Vala tornou-se um dos “points” onde os flanelinhas mandam e desmandam; onde as motos invadem o espaço antes destinado aos veículos; onde os entulhos das construções são colocados nas calçadas prejudicando o direito de ir e vir dos pedestres. Naquela rua estão localizados os Correios, clínicas, consultórios e laboratórios médicos, cartório, muitas lojas, padaria, oficinas mecânicas, dentre outros estabelecimentos de utilidade pública.
      Tivéssemos vereadores atentos aos interesses do povo, ou uma imprensa que agisse como outrora agia a nossa imprensa (na defesa do interesse da população) diariamente ouviríamos apelos para implantação da “Zona Azul” na Rua Tristão Gonçalves.
         Mas o que se observa, infelizmente, é a acomodação e omissão das nossas autoridades. Até quando?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.