26 novembro 2017

"COISAS DA RÉ PÚBLICA": Presidente do “Partido da República”-- PR continua foragido da Justiça – por Armando Lopes Rafael

O Brasil virou uma nação aflita e sem esperança que necessita de uma luz no fim do túnel
Desde que o golpe militar de 15 de novembro de 1889 enfiou “goela a baixo” da população a forma de governo republicana, o Brasil já teve 6 (seis) Constituições (um recorde mundial!) e cada uma delas foi sendo arruinada. A realidade republicana não condiz com as frases escritas pelos homens da República. A atual Carta Magna, a de 1988, focou prioritariamente os Direitos Humanos e garante,em tese, o acesso da população brasileira à saúde, educação e bem estar social. 
Garante no papel. Na prática, é o que vemos e sofremos no dia-a-dia. O Rio de Janeiro é o exemplo diário, bastando que assistamos aos noticiários da mídia para comprovar. Como disse a Procuradora Geral da República: O Rio de Janeiro é uma terra sem lei!
Como se não bastasse o fracasso reconhecido da República no Brasil, políticos ainda tiveram a coragem de criar, em 26 de outubro de 2006, o Partido da República–PR. Estão lá nos seus estatutos as razões de criação do PR, dentre elas cito:
• Proibir a propaganda de cerveja para crianças na televisão aberta (ADI da propaganda de alcoólicos);
• Reduzir os juros cobrados pela rede bancária;
• Proibir a cobrança de juros sobre juros em contratos de empréstimo e financiamento.
• Proibir o bloqueio do WhatsApp por meio de proteção legal para o funcionamento de aplicativos de mensagens na internet do Brasil (ADI do WhatsApp).
• Garantir a criação de um fundo nacional para que o salário do professor nunca seja menor que 6,9 salários mínimos, através da chamada PEC do professor.
***   ***   ***
     Pronto, o PR está agora entre os 33 partidos políticos que vivem a encher o saco da população com seus periódicos programas de televisão, o chamado Horário Gratuito da Propaganda Eleitoral. Entre os  líderes do PR estão: Antônio Carlos Rodrigues (presidente da sigla e ex-ministro de Transportes de Dilma Rousseff), ex-governadores Anthony e Rosinha Garotinho, José Roberto Arruda (todos presos acusados de corrupção). Aliás, todos não. O Presidente da sigla,  Antônio Carlos Rodrigues está foragido e sendo caçado até pela Interpol.
Como se pode ver, o Partido da República-PR, faz jus ao nome. É a cara do atual estágio de crise  que o Brasil vem atravessando...

PS– O político que obteve a maior votação para deputado federal, em 2010, filiado ao PR, foi, digamos, o humorista TIRIRICA (PR-SP). Precisa acrescentar mais alguma coisa?



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.