21 novembro 2017

Astrônomos monitoram estranho asteroide em forma de charuto que cruzou Sistema Solar




Rocha espacial vinda do espaço interestelar tem um dos formatos mais alongados já observados por cientistas.

Um asteroide interestelar que visitou o nosso Sistema Solar é considerado por cientistas um dos objetos cósmicos mais alongados já conhecidos. Ele foi descoberto em 19 de outubro, e sua velocidade e trajetória sugerem que se originou em um sistema planetário que orbita ao redor de outra estrela, e não o Sol. Astrônomos têm se empenhado em observar essa rocha espacial única, batizada como Oumuamua - em havaiano, "mensageiro de muito longe que chega primeiro" - antes que ela desapareça do nosso campo de visão.

Os resultados dessas observações sugerem que o objeto é pelo menos dez vezes mais comprido do que largo. Essa diferença entre largura e comprimento é a maior observada em qualquer asteroide ou cometa visto no nosso Sistema Solar. Usando o Very Large Telescope (VLT) do Chile, Karen Meech, do Instituto de Astronomia de Honolulu, no Havaí, e outros colegas pesquisadores verificaram que o objeto tem cerca de 400 metros de comprimento, apresenta uma uma rápida rotação e está sujeito a dramáticas mudanças de luminosidade.


Essas alterações de brilho, inclusive, foram a chave para a descoberta do formato desse asteroide.
Segundo Meech, os astrônomos observaram a base de dados de curvaturas de asteroides para classificar o Oumuamua, e perceberam que só cinco objetos possuíam curvas discretas que sugerem formato alongado. "Nossa margem de erro é muito pequena, então estamos confiantes de que ele é muito alongado", diz Meech.

UOL
VIA BLOG DO CRATO


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.