31 outubro 2017

CE quer um aeroporto a cada 100 quilômetros



Visando incrementar o turismo e os negócios no Estado do Ceará, o setor aeroportuário está em pauta para receber investimentos. Os valores ainda não foram definidos, nem o prazo para que algo seja realizado foi especificado, mas a meta já estabelecida pelo governo propõe que haja, a partir de qualquer ponto do Estado, um aeródromo homologado a um raio máximo de 100 quilômetros de distância.

Atualmente, de acordo com a página na internet do Departamento Estadual de Rodovias (DER), órgão vinculado à Secretaria da Infraestrutura (Seinfra), o Estado administra 14 aeroportos, sendo 10 com balizamento noturno. Eles recebem, em sua maioria, equipamentos da aviação geral, que incluem pequenos aviões de propriedade particular ou jatos executivos, helicópteros, balonismo, voos de treinamento e outras atividades aéreas.

O Ceará conta ainda com dois aeroportos sob responsabilidade da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), em Fortaleza - que será administrado pela empresa alemã Fraport - e Juazeiro do Norte, além de outros 27 campos de pouso municipais. O último grande investimento no setor no Estado foi a inauguração do aeroporto de Jericoacoara, no município de Cruz, em junho. O equipamento, que custou R$ 74 milhões, já conta com voos semanais das empresas aéreas Gol e Azul. O próximo equipamento a ser homologado para voos comerciais será o de Aracati, conforme a Seinfra. Segundo o assessor de infraestrutura aeroportuária do DER, coronel Paulo Edson, o atual cenário está a 20% de completar a meta estabelecida pelo governo. Contudo, conforme explica Edson, eventuais intervenções ainda estão em discussão e sem qualquer previsão de quando, como e onde poderão ocorrer. "Tudo está em fase de estudos. Mas estamos com quase 80% dessa malha prevista, de uma pista a cada raio de 100 quilômetros. É só uma questão de fazer alguns ajustes. Já temos aeroportos em que possamos ampliar o que já existe, por exemplo", citou.

Administração

Conforme o DER, o Estado hoje administra os aeroportos e aeródromos de Aracati, Camocim, Campos Sales, Crateús, Iguatu, Jericoacoara, Limoeiro do Norte, Russas, São Benedito, Sobral, Tauá e Quixadá. Itapipoca e Canindé estão com projetos avançados para a implantação dos aeroportos mas ainda dependem de verba federal para entrar no projeto do Estado. Dentre as possibilidades de reestruturação, está o aeroporto de Limoeiro do Norte. Segundo Paulo Edson, ele, está apto a comportar a aviação regional nas atuais especificações que apresenta, faltando apenas alguns ajustes. Em Sobral, a projeção é a construção de um novo aeroporto, conforme o assessor.

Fonte: Portal Verdes Mares
Na foto, Aeroporto Pinto Martins, em Fortaleza
VIA BLOG DO CRATO



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.