15 agosto 2017

Reitor da UFC critica novos cursos de Medicina criados para o Ceará: não existem infraestrutura de apoio nas cidades a serem beneficiadas


Fonte: “O POVO”, 15-08-2017.


Vista aérea de Crateús, uma das cidades beneficiadas com uma faculdade de Medicina 

O reitor da Universidade Federal do Ceará, Henry Campos, considera “inadmissível” e até “inexplicável” a decisão do Ministério da Educação de criar cinco novos cursos de Medicina no Interior cearense. Ele chegou a dizer que, da sua parte, não recebeu nenhum comunicado oficial. No Estado, a UFC chancela cursos públicos de Medicina como os de Sobral e Juazeiro do Norte. O MEC, de acordo com o presidente do Congresso Nacional, senador Eunício Oliveira, autorizou cursos para Crateús, Iguatu, Itapipoca, Quixadá e Russas. Para Henry, não há necessidade de cursos do gênero nesses municípios, até por não contarem com infraestrutura de apoio. “O que precisa é fortalecer o SUS e, com isso, termos um ambiente de formação adequado para os cursos  que já existem”, sintetiza o reitor. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.