22 agosto 2017

Conversando com Helder Macário -- (por Pedro Esmeraldo)

       
   Fiquei um pouco envaidecido, quando recebi o seu folheto contendo palavras elogiosas que você fez sobre minha pessoa. Senti uma sensação de alegria. Ao mesmo tempo, obtive segurança, já que me serviu de utilidade para desdobrar meu pensamento em defesa esse município.
    Noto que, ultimamente, Crato passa por uma das piores fases de mudanças do comportamento ético, isto é, cada um do estado que releva a grandeza ou arrefecimento quando se encontra nesse período, ou quando se sobressai com evolução sistemática do tempo. Com isso, quero dizer que, em certo tempo para cá, o município de Crato sofreu mudança de ritmo acelerado com o desenvolvimento equilibrado.
            É uma pena, mas o que eu posso fazer? Se o cidadão cratense não reage aos estímulos! Esse é meu modo de pensar: a única solução que há é lutar, lutar, lutar... mas isto, às vezes, se torna em vão, já que o povo desse município anda aparvalhado e parece que não há sentimento evolutivo de querer atentar esse povo que anda com o espirito alheatório e não conquista o processo gradual do desenvolver, pois anda desanimado e não deseja acompanhar o processo do desenvolvimento moderno, pois poderia atinar o crescimento com trabalho nobre e eficiente.
            O que faço atualmente, é querer cumprir com fidelidade e eficiência. A minha vontade de possuir é o desejo de ver, o crescimento acelerado do Crato com o barco dentro da velocidade progressista, podendo importá-lo a fim de ver novamente assumindo o comando do polo regional. Desejaria que evoluísse e obtivesse lutadores amigáveis com anseio de ver este município crescer no meio progressista com crescimento rápido e periódico. Dessa vez devo partir para o trabalho insano, alertado pelo desenvolvimento alternativo, visto que, deve fazer qualquer coisa que tenha o alcance do município. Mostrando a todos que Crato merece mais respeito e não é aquele que se pensa dele, mas hoje, vê-se que Crato foi e será grande município do Nordeste.
            Hoje há uma câmara de vereadores que possui poucos vereadores capacitados e um pouco desequilibrados, nada faz a não ser praticar o mexerico, na praça Siqueira Campos. Não ajuda seus efeitos com trabalhos dignos. Vive de braços cruzados, criticando e humilhando seus adversários. Acham que se elevam a moral, não praticam a estética e não há trabalho bem conceituado.
            Lembro muito bem senhor Helder que a praça Siqueira Campos era orlada com arvores bonitas e bem cuidadas, não havia fofoca e quem por lá passava era para apreciar as belezas naturais dos fícus benjamim e respeitar condignamente Jardim que havia na praça.
            Esse período demorou por muito tempo, até quando os trogloditas tomaram de conta da cidade. Aí as coisas se desgrudaram e mudaram o pensamento do povo. Aí surgiu o mexerico comandado por imensa legião de pessoas de baixo caráter que transmitia o fuxico irreconhecível por todos. Infelizmente essa história triste de se contar, pois começou a derrocada do Crato e as pessoas se acotovelaram diante desses homens que nada transmitiram e deixavam todos desalentados sem coragem de enfrentar o batente.
            Note prezado Helder como o Crato Sofreu nesse período conturbado de indiferença causada por esses homens que viviam sem projeto e sem ânimo para enfrentar os atoleiros que apreciavam e impediam o Crato de manchar no caminho do desenvolvimento.
            Por isso senhor Helder, há muito tempo, desde o período da minha infância, venho com muita vontade de agir, procurando movimentação periódica, seguindo o caminho do progresso deste torrão.
Embora aqui, há pessoas interessadas pra trabalhar em prol do Crato, mas não encontram apoio como esse cratense adotivo, filho de pais cratenses, anda esquecido pelos poderosos incompetentes que não é aproveitado para nada. É uma pena, pois esse senhor tem grande capacidade de trabalho e é dinâmico, tem grande conhecimento na agricultura e poderia ser aproveitado nessa área agrícola do município do Crato. Foi militar da Academia Militar Agulhas Negras, adquirindo vasto conhecimento e muita capacitação de promover muitos trabalhos, podendo ser aproveitado na secretaria de Agricultura. Chama-se Helder Macário de Brito, um brilhante lutador.

Pedro Esmeraldo



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.