14 setembro 2016

Movimentos e sinais - Por: Emerson Monteiro

Esta noite revi num sonho alguns amigos. Alegria, satisfação, felicidade. Gosto de viver com motivação e construir as horas do tempo de crescer, fazer dessa a razão principal de andar neste chão e alimentar o ímpeto de realizar o desejo de amar a vida. Na ocasião, pude considerar as situações da realidade que nos cerca, que já chega lá aos sonhos. A insegurança, as imprevisões. O instinto agressivo dos tempos. Ainda assim, apesar dos pesares, o velho desejo forte de sustentar postulados positivos. Saciar a fome de possibilidades mil dos seres acertar o passo e desvendar o mistério da construção de uma paz permanente.

Sonhei e vivi, pois sonhar e viver têm o condão das percepções definitivas. Abracei e fui abraçado, e recebi respostas quanto ao futuro, que iremos ser ainda mais ricos de fórmulas criativas de trabalhar com sabedoria. Eficiência e prodigalidade naquilo que seja fiel aos projetos eternos.

Amar, por que não?! Porque sim, sempre! Reunir todos os elementos da Natureza em nós e administrar de esperança a vivência comunitária, lembrar os demais quais irmãos e produzir os impérios da Luz verdadeira no coração infinito da razão.

Saber viver tal e qual o projeto original determinado no Paraíso verdadeiro, admitir os poetas e filósofos, artistas e místicos da virtude, do bem e da solidariedade. Igualdade. Liberdade. Fraternidade. Tudo sob o firme propósito de que também depende da gente a construção desses princípios definitivos das reais formas de amar. Sem trauma. Sem lenço. Sem documentos. Amar acima de tudo, com justiça e leveza, fora de arrancar pedaços ou destruir a essência do Si que tanto se busca e anseia.

Amar acima de mal e bem individuais. Amar qual verbo intransitivo e perene. Amar simplesmente. Bom, que direi quanto a reencontrar meus amigos em sonho. Que eles também desejam ser felizes acima das frioleiras e questões, artífices da verdade dos páramos do fiel sentimento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.