06 maio 2015

Tropa de choque do prefeito barra requerimentos que visavam investigar o Executivo

GeraldoSilvaevereadoresjuazeiro

 

Liderados pelo líder do prefeito, a maioria dos vereadores rejeitou os requerimentos. (Foto: Flávio Pinto)

A tropa de choque do prefeito Raimundo Macedo (PMDB) deu uma aula de submissão ao derrotar no plenário três dos cinco requerimentos que o vereador Tarso Magno (PR) apresentou nesta terça-feira (5). Nos três, o vereador pedia a convocação de Raimundão para explicar entre outras denúncias, a compra de livros, que não existe na lista do MEC e, segundo o vereador, em nenhuma lista de consulta pesquisada, gastos milionários com a contratação de empresa para prestação de serviços na área da saúde (contratação de médicos e equipamentos hospitalares) e outra para recuperar trechos de ruas e avenidas da cidade, sem a devida licitação.
Nos três casos, a tropa de choque, leia-se base de apoio ao prefeito - tendo à frente o vereador Capitão Vieira Neto (PTN) - líder do prefeito na câmara -, pediu destaque aos requerimentos, o que fez com todos fossem à votação no plenário, para seguir tramitando na casa legislativa.
Por maioria de votos 10 a 8, os destaques foram aprovados, ou seja, os requerimentos que pediam ao Executivo, explicações sobre as denúncias apresentadas por Tarso Magno não deram entrada na casa.
Votaram contra os requerimentos os vereadores: Capitão Vieira Neto, Preto Macedo, Zé Ivan Leiteiro, Didi de Amarílio, Firmino Calú, Claudionor Mota, Bertran Rocha, Adauto Araújo, Cledmilson e Nivaldo Cabral.
Já os vereadores Tarso Magno, Rita Monteiro, Gledson Bezerra, Cláudio Luz, Alberto Costa, Auricélia Bezerra, João Borges e Normando Sóracles votaram a favor dos requerimentos.

flavio pinto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.