30 março 2015

Poesia - Por: Geraldo Urano

poesia

geraldo urano

ninguém escreve por
escrever, ninguém vê onde
não vê, ninguém ama
em vão.
há uma força esquecida
dentro de nós, maior
que a procela e o furacão.

é o nosso vulcão interior
arrebentando
a própria mente e alma

é a própria renovação
um vento misterioso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.