27 março 2015

Galeria do Povo é novamente esvaziada, após vaias a Eduardo Cunha

eduardo-cunha-camara-federal

Nove dias após determinar o esvaziamento da Galeria do Povo, quando da convocação do ex-ministro da Educação, Cid Gomes, na Câmara Federal, o presidente da Mesa Diretora da Câmara Federal, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), voltou a presidir nesta sexta-feira (27) uma sessão, após a determinação do esvaziamento da Galeria do Povo. O caso ocorreu agora há pouco, em São Paulo, no programa Câmara Itinerante, quando o peemedebista passou a ser vaiado na Assembleia Legislativa.

Segundo a assessoria de Cunha, a ordem do esvaziamento teria partido do presidente da Assembleia Legislativa, Fernando Capez (PSDB), mas, ao retornar à sessão que foi interrompida até a retirada de todos da galeria, Cunha disse que “o parlamento pressupõe o debate com aqueles que querem se manifestar livremente. Aqueles que não querem debater vão impedir que o debate seja feito”.

Na primeira vez que Cunha mandou esvaziar a Galeria do Povo, havia uma manifestação de apoio ao ex-ministro Cid Gomes. Nesta sexta-feira, o próprio Cunha foi o alvo de cerca de 50 pessoas na Galeria do Povo, que protestaram com vaias, após terem a palavra negada sobre reforma política e financiamento público.

Cunha fez duras críticas à decisão do governo em baixar a tarifa de energia elétrica em 2012. “A crise só não está pior porque a economia não está em um processo de crescimento. Se a economia estivesse crescendo estaríamos vivendo um racionamento”, disse.

‘Casa do Povo’

A Assembléia Legislativa do Ceará e a Câmara Municipal de Fortaleza aprovaram nessa quinta-feira (26) moção de repúdio contra o esvaziamento da Galeria do Povo, por parte do presidente da Câmara Federal, Eduardo Cunha, ocorrido no último dia 18.

Em pronunciamento, o presidente do Legislativo de Fortaleza, Salmito Filho (PROS), defendeu o direito do cidadão de se manifestar. “O Parlamento é a Casa do Povo e a Galeria é de onde a população pode e deve acompanhar os trabalhos dos parlamentares”, ressaltou.

(com agências)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.