17 fevereiro 2015

Carnaval é marcado por chuva em 57 municípios cearenses

Chuvas_Sertao

O feriado de Carnaval foi marcado por pequenas precipitações pluviométricas em pelo menos 57 municípios do estado. No sábado (14), a maior chuva aconteceu no município de Barbalha, na região do Cariri, onde foram registrados 26 milímetros. Já no domingo (15), a chuva caiu com maior intensidade no município de Freicheirinha, na Serra da Ibiapaba, onde os aparelhos de medição marcaram 16 milímetros de precipitações. 

Na última segunda-feira (16), o município de Cruz registrou 33,6 milímetros de chuvas. Na mesma ocasião, segundo a Fundação Cearense de Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), outros onze municípios também apresentaram índices de precipitações.

Ontem (17), as chuvas banharam 34 municípios localizados nas regiões da Ibiapaba, Jaguaribana, Maciço do Baturité, Sertão Central e Inhamuns. Também houve registros de chuvas nos litorais Norte, do Pecém e de Fortaleza. O maior registro aconteceu no município de Senador Sá, onde foram marcados 28,6 milímetros, seguido por Morada Nova (27 mm); Ipueiras (24 mm); Pindoretama (22 mm); Marco (20,3 mm); Redenção (19 mm); Alto Santo (18 mm) e Itapiúna, onde choveu cerca 17, 6 milímetros.

Causa das chuvas

Conforme a Funceme, os registros de precipitações captadas durante o período de Carnaval aconteceram por conta da formação de áreas de instabilidade atmosférica, que possibilitaram condições favoráveis à ocorrência de chuva isolada em todas as regiões do Ceará. No entanto, as chuvas não aconteceram de maneira mais intensa pela falta de uma atuação direta da Zona de Convergência Intertropical (ZCI), que poderia trazer chuvas mais generalizadas ao estado.

“Se for observada a média anual para o período relativo ao mês de fevereiro, que é de cerca de 127 milímetros, as chuvas caídas até agora, algo em torno de 41 milímetros, revelam um déficit pluviométrico de 67,5% no Ceará. As chuvas decorridas no período de Carnaval aconteceram devido a questões de instabilidade espacial e temporal”, explicou o meteorologista Leandro Valente, da Funceme.

O órgão de meteorologia deverá divulgar, nos próximos dias, o prognóstico climático para os meses de março, abril e maio.  No primeiro prognóstico do ano, divulgado em janeiro, a categoria de chuvas abaixo da média histórica foi apontada como a mais provável.

Para hoje, a Funceme aponta  que a formação de áreas de instabilidade atmosférica sobre o setor norte do Nordeste brasileiro, deixa o céu com nebulosidade variável e com possibilidade de chuvas isoladas em todas as regiões cearenses ao longo do dia. Chuvas também poderão acontecer amanhã (19), devido a proximidade da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT).

Diario do Nordeste - Regional

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.