30 dezembro 2014

Aldo Rebelo inaugura Centro de Formação Olímpica no Ceará

 

O governador do Ceará, Cid Gomes, entrega nesta terça-feira (30), às 18 horas, a primeira etapa do Centro de Formação Olímpica (CFO), em Fortaleza, capital do estado. A cerimônia de descerramento da placa contará com a presença do ministro do Esporte, Aldo Rebelo, e do ginasta Arthur Zanetti, que fará uma apresentação no local. A inauguração do equipamento, que estava prevista para o final de 2014, foi adiada para março de 2015.

olimpiadace

O CFO será um dos mais modernos complexos esportivos do Brasil, com espaço para diversas modalidades olímpicas e não olímpicas.

O descerramento da placa de inauguração será realizado no Prédio Principal, que abriga o hotel para 248 pessoas, a “Sala das Federações”, e toda a estrutura de suporte para as equipes técnicas e atletas. Lá o medalhista olímpico e campeão mundial de ginástica, Arthur Zanetti, fará uma apresentação especial nas argolas do novo equipamento.
O ministro, o governador e o secretário Especial de Grandes Eventos Esportivos, Ferruccio Feitosa, conduzirão a imprensa a uma visita guiada pelas instalações do CFO, com espaços para pista de atletismo, piscinas, salas médicas, quadras, áreas de ginástica, lutas e academia.
“O CFO é o único equipamento no Brasil que contempla 26 modalidades olímpicas num mesmo ambiente. Ele chega com a missão de elevar a capacidade do Estado em sediar grandes eventos esportivos, além de servir para a formação de atletas para competições nacionais e internacionais, bem como receber delegações visando a preparação de atletas para os Jogos Olímpicos do Rio 2016. Tenho certeza de que este será o primeiro passo para um novo momento do esporte no Ceará”, afirma Ferruccio Feitosa.
Legado das Olimpíadas
O CFO é uma parceria do Governo do Ceará com o Governo Federal e faz parte do Plano Brasil Medalhas, com financiamento do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2). O complexo vai integrar a Rede Nacional de Treinamento, principal projeto de legado dos Jogos Olímpicos de 2016 para a infraestrutura do esporte brasileiro, e foi a primeira obra no estado contratada sob o Regime Diferenciado de Contratações (RDC) – modalidade de licitação criada para maior eficiência de contratações públicas e aumento de competitividade entre fornecedores.
Com área total de 85.922,12 m², o CFO será um dos mais modernos complexos esportivos do Brasil, com espaço para diversas modalidades olímpicas e não olímpicas. O CFO é composto de piscina olímpica e de salto ornamental, campo e pista de atletismo, pistas de skate e BMX, quadras de vôlei de praia e de tênis (piso rápido), edifício de treinamentos com sala de lutas, espaço para ginástica olímpica e rítmica, academia, refeitório, sala das federações.
O CFO possui também uma passarela interligando-o à Arena Castelão, hotel para 248 atletas e um ginásio climatizado para receber eventos de até 21 mil pessoas, com arquibancada retrátil, telão de quatro faces, camarotes, bares e estúdios de TV.
Da Redação em Brasília
Com agências

vermelho.org.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.