18 novembro 2014

Passar a limpo o coração - Por: Emerson Monteiro

Esvaziar das mágoas, dos recalques, frustrações e amarguras... Jogar nas águas do mar sagrado o quanto de contrariedades manchara a ordem dos dias, ferindo a tranquilidade e o bem estar, pobres da leveza essencial... Cobrir as palavras torpes e os sentimentos ruins que atrasaram a jornada desta vida durante o tempo em que lá fora seguia o firmamento e a sonoridade macia do vento e do cantar dos pássaros, na mais pura alegria de viver.

Isto, sim, de reconstituir o roteiro da felicidade que, caprichosamente, jogáramos na lama por meio de reações desencontradas, esquecidos da verdade maior de se saber peças-chave do todo universal que desenvolve a evolução e a existência, valor principal da sinfonia perfeita de todas as horas, o sonho da Criação.

Enxaguar da alma sentidos desnecessários de visão, focar no que interessa realmente, no direito à tranquilidade plena de aceitar os valores justos. Isso por meio da concretização dos projetos de otimismo, norma da sabedoria antes esquecida nos jogos de poder, competições, guerras e concorrências.

Acalmar a tempestade do desespero que queria tomar conta da civilização desembestada que estabelecera o sensacionalismo de mercado qual motivo de satisfação. Erguer os braços ao bem que traz ordenamento e produz fraternidade; reavivar desejos de prazer sadio e amor verdadeiro, no brilho infinito das musas dos artistas.

Refrear o instinto de dominação e crueldade; acordar, finalmente, à sensibilidade acima do furor das feras; sacudir as toxinas do atraso; e domar a besta que insistia continuar a luta do absurdo, nas aventuras dos fracos de razão que avassalavam o mundo.

Deixar, pois, fluir a imensa exatidão matemática do melhor em nós mesmos, origem individual dos acertos, do um donde vem o milhão. Acatar os clamores de veracidade nas histórias tantas de finais felizes que contáramos aos filhos, enquanto escondíamos as bombas e os desacertos, sem querer trabalha a Terra da Promissão em nossos corações. Há, sim, que todos façam a nossa parte de Amor e Paz hoje e para sempre.        

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.