13 novembro 2014

CPI da Petrobras no Senado faz nova tentativa de se reunir

br

A CPI da Petrobras no Senado marcou para quarta-feira (19), às 9h30, reunião administrativa para a votação de 32 requerimentos. São 31 pedidos de transferência de informações de outras instituições e um pedido do senador José Pimentel (PT-CE) para que seja ouvida Meire Poza, ex-contadora do doleiro Alberto Youssef. A última reunião da CPI da Petrobras no Senado foi em julho.

O senador José Pimentel (PT-CE) justificou que Meire Poza pode ter informações sobre o funcionamento do esquema de lavagem de dinheiro administrado por Youssef. Meire Poza já prestou depoimento à CPI Mista da Petrobras, que funciona no âmbito do Congresso, com senadores e deputados.

No depoimento, ela confirmou o envolvimento do doleiro com vários políticos e com o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa. Disse também ter emitido R$ 7 milhões em notas frias em serviços prestados a empresas de seu ex-cliente.

Na última quarta-feira, depois que a falta de quórum frustrou mais uma tentativa de reunião, o presidente da comissão, Vital do Rêgo (PMDB-PB), admitiu que há dificuldades, mas anunciou a possibilidade de compartilhamento de informações com a CPI Mista da Petrobras, que também é presidida por ele. Os trabalhos da CPI da Petrobras, previstos para encerrarem em 9 de novembro, foram prorrogados até 22 de dezembro.

Agência senado

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.