24 julho 2014

O melhor conto de Ariano Suassuna –– por Terezinha Rafael Xenofonte


Nos idos do final dos anos setenta, quando eu frequentava o curso de agronomia na cidade de Areia, no brejo paraibano, ouvi do meu colega de faculdade Vander de Freitas Rocha, a narração de um episódio muito interessante sobre o  grande escritor Ariano Suassuna e que muito me ensinou sobre sua invejável  personalidade.
Contou-me Vander que Ariano Suassuna,  certo dia, ao dirigir seu automóvel na cidade de Recife, onde residia, envolveu-se em um pequeno acidente de trânsito. Como é de praxe nessas ocasiões, o condutor do outro veículo, relutando em assumir a culpabilidade pelo incidente, iniciou uma desagradável contenda, demonstrando altivez e autoritarismo. Ariano, ciente de que não foi o causador do  imprevisto e fazendo uso de sua peculiar serenidade, permanecia inalterado na tentativa de  conciliar o conflito. O outro, porém, saindo do carro, apontou para a farda militar  que trajava, com os galões ao ombro para indicar a patente, disparou a já conhecida frase dos que se auto-intitulam "poderosos":
- Você sabe com quem está falando?
Ariano não se abalou com tal investida, e dotado que era de suprema sabedoria, rebateu calmamente:

- E você, sabe com quem está falando? Com um afilhado do Padre Cícero!

Confesso que,  se antes eu já era uma grande admiradora da obra literária desse célebre autor, ao tomar ciência de tal acontecimento, intensifiquei ainda mais minha apreciação por ele, já que pude então reconhecer a grande virtude da modéstia que abrilhantava sua alma  e que é característica dos grandes homens que, mesmo galgando os degraus da notoriedade, dela não se utilizam em interesses próprios.
                                                           
(Terezinha Rafael Xenofonte)


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.