14 junho 2014

FIQUE POR DENTRO ! - Por Maria Otilia

Participei, semana passada, do lançamento da Campanha "QUEM AMA ABRAÇA", na Assembleia Legislativa do Ceará. É estarrecedor os  indicadores de violência contra a mulher, inclusive violência doméstica. E a Campanha vem para dentro das escolas, com o objetivo de trabalharmos a prevenção, dentro das salas de aulas. E consequentemente a redução destes indicadores  que mancha toda uma sociedade.Uma sociedade machista, preconceituosa e que ainda traz  a cultura de que a mulher é um ser inferior. Vamos abraçar esta Campanha e construirmos juntos a cultura da paz  e da não violência.Vale ressaltar que o Cariri é um dos recordistas em violência contra a Mulher.

  
      Campanha Quem Ama Abraça é lançada no Ceará

A ação visa mobilizar escolas, crianças e adolescentes no combate à violência contra a mulher
A campanha “Quem Ama Abraça - Fazendo Escola” foi lançada no Ceará, na tarde de quarta-feira (04/06), no Auditório João Frederico Ferreira Gomes da Assembleia Legislativa (AL-CE). Com ações lúdicas que falam sobre o respeito à mulher, o propósito da ação é mobilizar escolas, crianças e adolescentes no combate à violência contra a mulher.

A campanha é promovida pela Rede de Desenvolvimento Humano (Redeh) e do Instituto Magna Mater (IMM), em parceria com a Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República (SPM-PR).

A secretária-adjunta de Enfrentamento à Violência contra as Mulheres da SPM, Rosângela Rigo, destacou que a campanha representa um novo desafio: o de trazer o tema para as escolas, abordar a violência, as desigualdades socialmente construídas entre homens e mulheres, a necessidade de desnaturalizar a violência, enfrentar o machismo ainda tão presente em nossa sociedade e construir meninos e meninas, homens e mulheres com direitos iguais e cidadania plena para ambos.

“E que as ações se multipliquem, que este debate esteja presente em todas as salas de aula, nas ruas, nas casas. Assim, consolidaremos o caminho para tornar o Brasil livre de todas as formas de violência contra as mulheres e construir homens e mulheres com direitos iguais”, enfatizou Rosângela.

No Estado do Ceará, além da Assembleia Legislativa, aderiram à campanha a Secretaria da Educação e a Coordenadoria de Políticas Públicas para a Mulher. A presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Mulher da AL-CE, deputada Fernanda Pessoa (PR), ressaltou a importância de divulgar a campanha nas escolas do Ceará. “A agressão contra as mulheres não pode mais ser vista como uma coisa normal. É preciso trabalhar dentro das escolas, desmistificando a normalidade da violência doméstica, para que o jovem de hoje seja um adulto consciente amanhã”, disse.

A coordenadora de Políticas para as Mulheres do Estado do Ceará, Mônica Barroso, ressaltou a importância de desconstruir a política da violência. “Muitas vezes, os professores são os primeiros a notar quando um jovem é vitima de violência dentro de casa. É importante que cada coordenador e professor esteja preparado para saber como agir e que cada jovem aprenda a desconstruir a violência presente em cada lar”, disse.

Estavam presentes no evento o secretário da Educação do Estado, Maurício Holanda; a diretora da Rede de Desenvolvimento Humano (Redeh), Patrícia Moura; o coordenador do programa Geração da Paz, Flávio Mesquita, além de coordenadores, professores e alunos de escolas cearenses.

Com informações da Assessoria de Comunicação da Assembleia Legislativa do Ceará

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.