31 janeiro 2014

CRATO - Desmandos em nossa cidade - Por: Rogerio dos Santos


Prezado,

Gostaria que fosse dada especial atenção a uma questão que a meu ver atinge profundamente a economia de nossa Cidade. A truculência e desmandos com que estão sendo tratados os Pequenos/Individuais Empresários da Construção Civil na Cidade do Crato.

Não bastasse a incoerência de uma Lei de Zoneamento Urbano que engessa o crescimento do Município, um Código de obras que da margens a "dúbias"   interpretações deixando os investidores geradores de emprego na cidade sem saber ao certo que rumo tomar, pois mudam-se as regras do jogo com o jogo em andamento e de acordo com a interpretação particular de cada um dos que tem nas mãos o "poder da caneta", temos agora um Código Tributário Municipal aprovado pela Câmara e que do qual a maioria dos Srs. Vereadores se quer entendem, que veio sobre taxar a atividade da construção civil com valores irreais e absurdos.

O argumento da Prefeitura, que vem através de uma "Pseudo Assessoria" contratada pelo Sr. Prefeito que, sequer se digna atender os Empresários,  esta comprometendo o ramo da construção civil a ponto de boa parte dos empresários da Cidade ja estarem buscando transferir seus negócios para outros Municípios. Será que é sina do Crato estar condenado a ser sempre uma aldeiazinha em relação a Juazeiro por exemplo.

Rogerio dos Santos
www.blogdocrato.com



Um comentário:

  1. O município do Crato é repleto de incongruências em seu código de postura. Lembro-me que no final dos anos de 1970, quando o Cariri se beneficiou com o sistema telefônico DDD, a implantação do sistema no Crato foi retardada porque havia uma "lei municipal" (desculpem-me o termo) proibindo que fosse construido no quadrilátero central da cidade prédios com menos de três pavimentos. O certo seria proibir com "mais de X pavimentos, nunca no mínimo e sim no máximo. Recentemente eu soube que o conjunto de residências "Alphaville" enfrenta outra lei de natureza esquisita, para não dizer totalmente esdrúxula, se verdade for: a proibição de muros com mais de 500m de extensão de extensão. Que atraso! Que povo!

    ResponderExcluir

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.