01 dezembro 2013

Nunca antes na história deste País: com a palavra nossos leitores


A tragédia na divida pública  –  por José Pedro Naisser

Ainda não terminou o ano e o Brasil já atingiu R$ 2,022 trilhões de dívida pública - do governo com a iniciativa privada, com a emissão de títulos do Tesouro. Os banqueiros brasileiros e os investidores do capitalismo selvagem internacional estão vibrando, pois a dívida chegou a um patamar nunca antes visto na História deste país. 

O pior de tudo é que esse governo fraco e inoperante que está aí privatiza aeroportos, portos, rodovias para o capital estrangeiro em busca de superávit até o fim de dezembro para pagar o restante dos juros que estão para vencer.
De janeiro a outubro foram pagos R$ 170 bilhões. Poucos sabem disto, mas o ex-presidente Fernando Henrique deixou R$ 650 bilhões de dívida, que nas mãos de Lula quase que dobrou, chegando a R$ 1,092 trilhão, e agora, nas de Dilma Rousseff, ultrapassou os R$ 2 trilhões. 

Esse é o retrato do Brasil hoje, trágico porque os nossos impostos, que deveriam ser para saúde, educação, segurança, vão para os agiotas, oportunistas e maus políticos. Ou seja, eles ficam com o bônus e o nosso povo, com o ônus da falta de recursos. Mais trágica que essa notícia só a do aumento do desmatamento na Amazônia, que chegou a 28% em 2013.

José Pedro Naisser – e-mail: jpnaisser@hotmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.