30 outubro 2013

Manifestantes ocupam Câmara Municipal de vassoura na mão, lavam chão e cantam hino durante a sessão desta Terça-feira, 29


A sessão desta terça feira ( 29), na Câmara Municipal do Crato, foi bastante tumultuada com focos de temas desviados, que deveriam ser discutidos com maior ênfase, como a suposta compra de votos de vereadores. Foi um  misto da música, “Varre..varre vassourinha”, do  ex-presidente  Jânio  Quadros, que simbolizava varrer a corrupção no Brasil,  com o saldão das vassouras da câmara de Juazeiro,  pelas mulheres que  ocuparam hoje o plenário da casa, e que simbolicamente lavaram o chão para tirar a sujeira que  hoje macula o legislativo cratense.

O presidente da câmara Luiz Carlos, perdeu o controle dos trabalhos, vindo a cancelar a sessão pelo tumulto da platéia, sendo cobrado pelos vereadores, Paulo de Tarso e Fernando Brasil, que pediu ao presidente, que pusesse moral na casa e reabrisse a sessão, no momento em que a imprensa o assediava, pedindo explicação. A sessão de hoje, aprovou a criação da “CPI”, para investigar as denúncias que envolvem vereadores, agora só resta à formação da comissão que sairá ainda está semana.

O vereador Marquim do povão, vez duras criticas  sobre o pronunciamento do deputado Fernando Hugo, quando chamou o prefeito do Crato de chefe de quadrilha,  o vereador, devolveu ao parlamentar, que era  ele chefe de quadrilha.

Nesta terça feira, nossa reportagem tinha uma missão de entrevistar os cinco nomes citados na gravação de Darcio Luiz. Ouvimos primeiro o vereador Guri que disse; “ Não recebi  nada de Ronaldo ,nem de Samuel.  Quanto ao Henrique Leite, disse que Darcio havia citado o nome deles, porque eram do grupo de Samuel, mas negou ter recebido alguma coisa de Ronaldo. Para o vereador  Celso dos Frangos, falou também  que não recebeu  dinheiro para votar contra Samuel. Perguntado se ele esteve na reunião do dia sete na casa do prefeito Ronaldo,  disse que não estava  por dentro dessa reunião e que não podia dar nenhuma informação para não  comprometer alguém e  ele também.  Não compareceu a sessão o Luciano Saraiva também citado, assim como o autor das denúncias, Darcio Luiz.

Já o vereador GUER, no uso da palavra, pediu segurança de vida para ele e sua família, pois movimentos estranhos, vem acontecendo em frente a sua residência,  depois das denúncias, e se algo acontecer, está relacionado aos fatos. Perguntado se no dia da gravação na casa do Darcio, ele estava presente, disse que sim, e que telefonou antes para ele, quando ainda ele se encontrava na casa do  prefeito Ronaldo, participando da reunião, e que ele sabia que eles queriam falar com ele. Perguntei se Darcio estava embriagado, Guer disse que não, que era desculpa dele.Outra pergunta foi feita, quanto ao Darcio Luiz, vindo agora desmentir o que disse na gravação. Respondeu Guer: Agora ele vai se explicar na justiça.

O vereador Bebeto, defendeu o deputado Fernando Hugo, diante das acusações do vereador Marquim do povão, dizendo que o deputado não havia generalizado que todos os vereadores da câmara do Crato, eram  ladrões, e sim, referiu-se  apenas, aos nove citados por Darcio Luiz na gravação.

O vereador Amadeu de Freitas, que durante suas  à partes, chamava a tenção de todos,que não era necessárias  tantas discussões em cima de uma coisa, que já está tramitando na justiça. Tão  logo terminou a sessão,  Amadeu recolheu  algumas assinaturas e  se deslocou até ao Ministério Público, onde deu entrada na segunda vara da Promotoria de Justiça do Crato, um pedido de investigação das denúncias feitas aos vereadores da câmara do Crato.

Um fato curioso aconteceu durante a sessão, foi quando adentrou no plenário, o Capitão   Luciano da Polícia Militar da 5ª Cia. do Crato, acompanhado de vários policiais, que  ao se aproximarem da mesa da presidência,deu sinal para o presidente Luiz Carlos que desejava falar com ele. O mesmo levantou se e seguiram juntos para uma sala reservada e em conversa demorada, a imprensa ficou apreensiva com pensamentos extras, se seria uma missão de ordem judicial para suspender a sessão, ou prender alguém. A duvida foi desfeita, quando na volta da conversa, perguntei ao capitão se tinha alguma missão na câmara, respondendo que apenas estava a disposição para resguardar a integridade física dos presentes e do patrimônio público.  

Assim, desfeito as duvidas e da sessão em andamento, com a presença da televisão e demais meios de comunicação, a mesma chegou ao final, onde só faltou o Luciano Huck da Globo para dizer: “ Loucura..loucura..loucura. E segundo informações, o programa  de televisão “C.Q.C”, virá ao Crato, tirar sarro aqui também.  

Um fato está me chamando atenção! O público que ocupa hoje a câmara municipal do Crato, são de pessoas simples,  pergunto? Onde está  outros seguimentos da nossa sociedade, como, estudantes, professores, caras pintadas, esta unificação em prol da moralidade do nosso legislativo, está a desejar. 

Por: Ed Alencar
Repórter/Membro do Blog do Crato e Portal de Notícias Chapada do Araripe


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.