26 agosto 2013

Uma palavra de paz - Por: Emerson Monteiro

Falar nisso nunca será excessivo, a prática efetiva da Paz nos grupos sociais. O confronto representa fraqueza e superficialidade nos sentimentos, ainda que atenda aos impulsos da valentia do desejo de vitória a qualquer custo. No entanto, de nenhuma finalidade, qualquer significação em termos de grandeza moral quer representar o instinto da destruição no âmbito da Consciência Maior. Além de sintoma ostensivo de imaturidade, demonstra nenhum autocontrole, sementes de marcas profundas nas criaturas.

Numa de suas frases basilares, o filósofo François-Marie Arouet, conhecido pelo pseudônimo de Voltaire, considerou: Não concordo com o que dizes, mas defenderei até o fim o direito de dizer. Tal se presta bem a esse mundo das ideias, quando nele divergem os pensadores em pugna.

A liberdade, contudo, presta homenagem ao direito individual das falas diversas rumo da democracia entre os povos. E quem sermos de contradizer tantas conquistas do livre pensar todo tempo. Conquanto tarefa das mais árduas aceitar que os outros nos magoem e discordem, isso auxilia sobremodo a nossa mesma evolução, pedras do riacho da evolução a se tocarem no exercício do pleno aprimoramento.

Nesse ponto, o tema da Paz calha bem. A coexistência dos povos através de instrumentos harmônicos do que escrevem, dizem, fazem, indícios de progresso e tolerância inevitáveis. Houvesse tão só o desforço das lutas primitivas e o caos reinaria qual saída definitiva das escaramuças, chaga aberta de dores sem família, solidariedade, trabalho, criatividade, aprimoramento. Mero desrespeito de bichos atrasados e sagazes.

Talvez face ao exemplo dos conquistadores agressivos, a história da raça humana aprende pela dor dos que sobreviveram. Quantas guerras preenchem as páginas de sangue em detrimento dos melhores momentos quando a Paz impera e permite saltos magistrais nas conquistas da espécie.

Cada um só dá o que possui, daí o jeito sábio de escutar e trabalhar as mensagens selecionando o valor construtivo que, em nós, surtirá os efeitos de crescimento, no sentido da Paz.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.