25 maio 2013

Polícia prende ex-prefeito de Mauriti por porte ilegal de armas


A Polícia Civil prendeu nesta sexta-feira (24), em Juazeiro do Norte, a 495 Km de Fortaleza, Francisco Adailton Leite, suspeito de porte ilegal de armas. Na residência dele a polícia encontrou 9 armas de grosso calibre, sendo seis rifles de calibre 22, um de calibre 44, uma espingarda calibre 12 de repetição, uma pistola 9 milímetros de uso restrito das forças armadas, vários carregadores e mais de 230 cartuchos de diversos calibres.

Adailton Leite foi prefeito de Mauriti, no período entre 1989 e 1992, e por muito tempo, comandou a regional do DERT no Cariri. A prisão aconteceu durante a operação comandada pelo delegado Giuliano Vieira Sena, para cumprir um mandado de busca e apreensão. Adailton Leite, de 60 anos, é Engenheiro Civil e no ano passado, tentou ser candidato a vice-prefeito de Mauriti, mas seu nome foi impugnado pela justiça eleitoral.

Segundo a polícia, o homem também é suspeito de dar proteção a bandidos. No último dia 24 de abril a polícia encontrou na fazenda de Adailton Leite, localizada no Sítio Breia no município de Crato, cinco motos roubadas. Ainda segundo a polícia, o segurança da fazenda é um homem acusado de assaltos no Cariri. João Furtado da Silva, de 27 anos, conhecido como João Pescocinho, teria fugido ao notar a chegada da polícia ao local.

Na época, João Pescocinho foi apontado pela polícia como um dos autores do assalto contra a agência lotérica do município de Farias Brito. O bando é suspeito ainda de vários crimes e as investigações continuam. Em uma lotérica de Milagres, o assalto foi registrado pelo circuito de segurança. Os bandidos invadiram o local armados e gritando anunciando o assalto. Com medo, os clientes saíram correndo e alguns até caíram no chão.

Via Lindomar Rodrigues


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.