20 abril 2013

O crescimento da Malha Urbana do Crato - Por: Wellington Aguiar



Atualmente, quem anda pelas ruas do Crato observa o desenvolvimento acelerado das construções de apartamentos e casas. Essa realidade é característica das cidades que estão com um grande potencial populacional, igual ao Crato que, além de ser uma cidade que se encontra entre as 10 maiores economias do Ceará, é a 6ª mais populosa desse Estado.

Além disso, o Crato é uma cidade universitária, isso proporciona a chegada de muitas pessoas do nordeste para estudar na URCA ou nas outras instituições que aqui se encontram (UFC, UVA e a Faculdade Católica). Desses indivíduos, que se deslocam até nossa cidade, muitos decidem morar no Crato, pois resultará numa maior praticidade em vez de viver fazendo rota de outras cidades até essa. Esse fator é um dos que são fundamentais para o crescimento populacional do Crato.

Não obstante, a migração constante de pessoas das cidades circunvizinhas, resulta, também, no aumento populacional. A escassez de emprego, nas menores cidades do Cariri ou até mesmo Pernambuco, obriga boa parte da população, de tais cidades, começar uma nova vida nos municípios polos do Cariri: Crato e Juazeiro do Norte. Uma parte de indivíduos de Farias Brito, Nova Olinda, Santana do Cariri, Exu e outras, decidem morar no Crato buscando emprego ou uma cidade que proporcione melhoria de vida. Assim, esse é um ponto essencial em nosso crescimento populacional.

Por causa desses e outros fatores, a população cratense aumenta e obriga o crescimento de construções de casas e apartamentos para conter essa demanda de pessoas. Nesse contexto, a malha urbana do Crato vem sofrendo altas modificações. Nas imediações de alguns bairros são visíveis as construções de apartamentos que já passam de três andares. Alguns exemplos são os dois prédios que estão com suas construções avançadas, próximo a SAAEC, sem falar no bairro Parque Granjeiro e bairros vizinhos que já são pioneiros na área habitacional do Crato. Outra característica é o aumento incessante de conjuntos habitacionais.

Enfim, a segunda maior cidade do sul do Ceará, está passando por um processo de crescimento de sua área urbana de forma graciosa. Vale lembrar que esse desenvolvimento deve ser sustentável e planejado. Isso infelizmente, não está acontecendo e merece urgentemente de uma intervenção governamental para o Crato, futuramente, não vir a sofrer com catástrofes maiores do que já temos, por causa da má estrutura urbana. Portanto, após essa análise, só falta dissertar que o próximo passo de nossa malha urbana, que por sinal já está de certa forma iniciando vagarosamente, é a verticalização do Crato Amado. 

Por: Wellington Gomes Aguiar
Foto: Google Maps



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.