06 abril 2013

Governo autoriza aumento no preço dos remédios


Novo aumento no preço dos remédios começa a valer; veja as mudanças:
São três faixas de aumento: 2,7%, 4,51% e 6,31%. Os percentuais variam de acordo com o número de genéricos que o medicamento tem.

Já está valendo o aumento dos remédios. O reajuste máximo liberado pelo governo é de 6,31%, mas alguns medicamentos subiram menos em algumas farmácias, mas em outras ainda tem estoques com o preço antigo. Vale a pena procurar, pesquisar, comparar os preços. As farmácias e drogarias são obrigadas a ter um caderno de preços com o valor máximo que podem cobrar para ajudar na pesquisa.

Nas farmácias já tem remédio com preço novo. A lista com os valores reajustados tem que estar à disposição dos consumidores. São três faixas de aumento: 2,7%, 4,51% e 6,31%. Os percentuais variam de acordo com o número de genéricos que o medicamento tem. Mais genéricos, reajuste também maior. Dona Jacy toma pelo menos três remédios por dia, para a pressão, colesterol e ansiedade. São cerca de R$ 500 por mês. Não fez as contas de quanto o gasto vai aumentar, mas o hábito que adquiriu pode ajudar: “Faço uma pesquisa de preços, para ver qual que eu posso comprar. Só assim eu consigo”, afirma.

Os valores foram definidos com base no índice da inflação acumulada de março a fevereiro deste ano. De 2008 a 2012 os remédios subiram 23,64% segundo o Sindicato da Indústria de Produtos Farmacêuticos. Pesado demais, avalia o médico Brasil Caiado, que costuma receitar os genéricos, que têm o mesmo princípio ativo dos originais, e por isso, segundo ele, fazem o mesmo efeito.

“Pode comprar tranquilamente um medicamento genérico, discutir com um médico qual o remédio que ele vai tomar. Se houver dúvida por parte do paciente, ele telefona para o médico, ele volta na consulta”, ressalta. Os novos preços deverão ser mantidos até março do ano que vem.

Fonte: G1
Foto: Site Belfort-roxo


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.