30 março 2013

Malhação do Judas revive festa pagã


Crato. Hoje é comemorado o Sábado de Aleluia entre os cristãos. Mas a tradição popular realiza na data a festa profana da malhação do Judas. O evento, que acontece de forma espontânea, ao ar livre, em várias cidades, geralmente, envolve comunidades inteiras durante a fabricação do boneco e montagem do sítio do Judas.
Costuma reunir muitos espectadores. A manifestação, assim como as demais que têm cunho profano e religioso existentes na humanidade, foi herdada dos primitivos cultos agrários surgidos antes de Cristo. Os espetáculos detêm uma carga de significação que revivem a festa pagã das capitais romanas. Estes festejos, somente após a popularidade que tomou na Península Ibérica, foram radicados para o âmbito da América Latina.
Judasconfeccao
O boneco que representará o judas foi confeccionado pelo artista plástico Everardo Aguiar e será explodido ainda hoje foto: Yaçanã Neponucena

No Cariri a festa existe desde o início do processo de colonização da região. Em Crato, a mais antiga malhação do Judas é realizada na da comunidade Sagrada Família. Entretanto, nos últimos anos, a festa acontece no Largo da Rffsa e vem tomando grandes proporções. Chama a atenção pelo seu caráter político e de envolvimento da população.
Há exatos 13 anos, a Sociedade Cariri das Artes faz a releitura da morte de Judas Iscariotes, personagem que traiu Jesus na história bíblica. Para isso, anualmente é realizada uma eleição do “traidor” do povo cratense.
Este ano, por seus posicionamentos preconceituosos em relação aos homossexuais, cujas pregações disseminam a homofobia e a intolerância religiosa, o eleito foi o pastor Silas Malafaia. Na festa do município ele está sendo identificado como “O Pastor Homofóbico”.
O boneco foi confeccionado pelo artista plástico Everardo Aguiar Oliveira. Tem três metros de altura e simboliza o “acerto de contas” do povo com a postura do pastor que, segundo os 4.300 votantes, foi o personagem que mais incomodou a população cratense.
Com o apoio de artistas populares, bandas cabaçais, grupos de caretas e da sociedade haverá um cortejo que seguirá pelas principais pelas ruas da cidade até chegar ao Centro Cultural do Araripe, onde, às 19 horas, será realizado o tradicional roubo ao sítio do Judas e a explosão do boneco figurante.
Protesto
Haverá um protesto contra as posições e pregações que disseminam a homofobia e a intolerância religiosa e diversos shows de forró pé de serra. A concentração está marcada para as 15 horas, na Praça São Vicente. Ao todo, estão sendo esperadas mais de duas mil pessoas.
Nesta edição, após o resultado da eleição do personagem, os membros da Igreja Madureira Assembleia de Deus, instalada no Crato, procuraram a Defensoria Pública do Estado para reclamar sobre a realização da festa. Segundo eles, a escolha do nome do pastor Silas Malafaia, como Judas, feriu os princípios da religião evangélica, já que o eleito é representante nacional desta comunidade.
Porém, a proposta de desassociação do nome e semelhança da imagem do boneco com o pastor não foi aceita pelos organizadores do evento, que mantiveram a decisão estabelecida pela eleição. De acordo com dramaturgo Cacá Araújo, organizador do evento, o ritual fortalece a identidade cultural da região. “Pelo fato de sempre ter uma abordagem polêmica, a malhação reúne muita gente no processo de discussão e debates sobre os temas abordados. Como reflexos, vejo que há um reencontro do povo com a própria ancestralidade”, revela.
A malhação do Judas é uma manifestação tradicional que se insere no contexto cultural como um ritual de complexidade. Como em todos as demais festa do gênero, o Judas costuma deixar seu testamento. O documento é publicado em versos populares e o personagem passa sua herança para pessoas da comunidade, em clima de humor.
No Município de Jardim, a programação teve início no último dia 28, com uma passeata do pau do Judas, pelas principais ruas da cidade. O cortejo foi acompanhado pelos caretas. Na linguagem historiográfica, estes significam a imagem satânica. Já no dia seguinte, o boneco foi exibido também em marcha coletiva. Amanhã, às 15 horas, no Curral do Gado, acontecerá a tradicional malhação. Logo após, haverá apresentações de artistas regionais, além de um festival de máscaras.
Em Jardim, a malhação do Judas já se configura como um dos principais eventos culturais do município. A festa teve início no final do século XIX, quando era um hábito restrito as comunidades rurais.
Mais informações
Malhação do Judas; no Crato
concentração às 15h, na Praça São Vicente, e no largo da Rffesa, às 19h, o boneco será explodido. Em Jardim, amanhã, 15h, no Sítio Morro do Tetéu -Curral do Gado
Eventos gratuitos
YAÇANÃ NEPOMUCENO
Repórter do Jornal Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.