29 março 2013

CRATO - A Política dos Interesses Contrariados e a Incompetência - Por: Dihelson Mendonça


NE - Só por 1 milhão de dólares...

O Brasil é um país que se move através de políticas de interesses contrariados. Chega-se à conclusão que a política eleitoral em muitas cidades pequenas representa apenas a troca de metade do funcionalismo que se beneficiava com o poder, para a entrada da outra metade. É triste constatarmos que algumas pessoas "batem" sem piedade e a qualquer custo na nova administração do Crato sem uma Ideologia Política definida, e apenas por interesses econômicos contrariados por falta de um contrato de trabalho com a prefeitura. Esse tipo de atitude é abominável, ridícula e mesquinha.

Na eleição passada, EU e diversas pessoas  "torcemos" pelo candidato Cícero França, que perdeu; Mas passadas as eleições, o nosso entendimento é de que formamos um só povo: O POVO DO CRATO, que tem seu novo gestor, que merece respeito, que é de fato, de todos os cratenses ( não apenas de alguns ), e ele sendo bom ou ruim, é com ele que teremos que contar pelos próximos 4 anos a fim de tentar solucionar os problemas da nossa cidade.

Quando nos propusemos a ser um grupo de oposição, era no sentido da fiscalização das resoluções tomadas pelo Governo Municipal, fiscalizar a câmara, fazer sugestões, propostas,  e acolher as reivindicações populares, sem, no entanto perder o discernimento de que as boas ações realizadas deverão ser aplaudidas e as más, criticadas. Entristece-me hoje ao ver algumas pessoas só pelo fato de não haverem sido "escolhidas" para fazer parte da nova gestão, ficarem aí nas redes sociais eternamente postando comentários frívolos, rancorosos, revoltosos, sem provas, e catando coisas erradas que não são necessariamente oriundos desta gestão. É preciso haver FOCO e saber o que é dessa gestão e o que já vem de outras gestões passadas.

Me comprazo em atitudes justas. Em apenas 3 meses de governo, é impossível reverter os erros cometidos em décadas, no Crato. Não obstante, o que me incomoda na nova gestão, é a falta de rumo, de um programa de governo bem definido, o trancamento dentro do gabinete sem acesso livre à imprensa do Cariri. A impressão que se tem é que "O PREFEITO SE ACHA PODEROSO DEMAIS para falar com os humildes". - No Tempo do ex prefeito Samuel Araripe, éramos ( povo ), amigos do nosso gestor, conversávamos de igual pra igual sem essa FRESCURA de marcar audiência, de burocracia. Não precisávamos nem usar pronomes de tratamento. V. Exa, NADA !!! - Era Você, Samuel...Você, fulano, Você Beltrano, porque acreditávamos que todos os homens são iguais e cada munícipe faz parte da administração.

A imprensa tinha passe livre lá para qualquer esclarecimento a qualquer hora do dia ou da noite. Samuel sabia que a imprensa tem um papel fundamental, é um homem de bem que vive na atualidade e usa a cabeça. Infelizmente o novo gestor se tranca ali e sumiu até do povo. Mandou colocar um aviso à Imprensa...tsc tsc....Isso não posso concordar, pois é para ele ter ciência através do povo, de que há inúmeras coisas erradas acontecendo no Crato que precisam de soluções. Ao novo gestor falta aquele sorriso largo, aquele abraço carinhoso que ele tinha na campanha eleitoral, aquele homem simples que andou até numa carroça e se denominava FENÔMENO, uma espécie de Salvador do Crato dos "desastrosos governos anteriores", que afinal, nada de desastroso foram, afinal e contas.


Legenda: O ex-prefeito Samuel Araripe: Exemplo de simpatia e gentileza no tratamento com a população - Nenhuma greve do funcionalismo foi deflagrada em 8 anos do seu Governo. 

CRATO ESTÁ SEM OPOSIÇÃO
Falta em muitos munícipes revoltados a compreensão de como se deve fazer uma oposição responsável. Numa cidade dos quais dos 19 vereadores, 18 rezam conforme a cartilha do prefeito, é importante que o povo exerça a sua própria oposição, fiscalizando, verificando o que está acontecendo, cobrando soluções, cobrando as inúmeras promessas de campanha.
Fico angustiado pelo fato do novo governo não dar mostras de que vai ser diferente, de portas abertas permanentemente ao povo do Crato, como foi prometido fartamente, de podermos fazer um novo Crato, O Crato de Todos nós, demonstrado através de muitos erros já cometidos em apenas 3 meses que já o tornou antipatizado aos olhos do público em tempo recorde, principalmente pelos servidores, pelos buracos desta gestão sendo tapados com uma massa horrível, como o da ladeira da Vilalta, e outras mazelas. E por outro lado, fico triste ao ver que o que deveria ser esperado de uma oposição RESPONSÁVEL, para criticar o que estiver errado, e elogiar o que estiver correto, está se perdendo no vazio, entre comentários grosseiros, pilhérias, que atacam o prefeito sem explicar a razão, sem lógica, sem nexo.

Oposição verdadeira não é isso!
Oposição tem que ter responsabilidade.
Da mesma forma que nao se admitem BABÕES ao poder público, não se deve permitir certos ataques descabidos por motivações rancorosas.

Muita gente tem raiva dos governos porque simplesmente ficou de fora e gostaria de estar lá comendo $$$$$. Basta a compreensão de que podemos fazer muito pelo nosso município mesmo sem estar no poder. Faço questão de frisar que não pleiteio nem nunca pleiteei qualquer cargo na gestão do Sr. Prefeito Ronaldo Mattos, a não ser que ele se dispusesse a pagar 1 milhão de dólares por mês, o que jamais acontecerá. Há coisas que o dinheiro pode comprar, há outras coisas que fazemos pelos outros até de graça, e há coisas que são incompráveis ( Mesmo com Mastercard ). Quero dizer que a nossa ajuda ao governo Ronaldo e a uma oposição forte no Crato deve ser gratúita, para uma cidade Feliz e de Progresso. Quando as boas coisas começarem a aparecer, estaremos lá prontamente para documentar e aplaudir os governantes. Não é necessário pagamento algum para se fazer o que é certo, e não estaremos amarrados a nenhuma ideologia para poder fazer as nossas críticas, ao contrário de alguns jornais, Estações de Rádio e mídias que se preocupam mais com o dinheiro de um contrato que recebem do que em ajudar à cidade.

O povo não precisa de mercenários. O povo só precisa hoje que os seus governantes cumpram os RIOS DE PROMESSAS DE CAMPANHA. Afinal de contas, milagres em administração pública não existem. Nem Fenômenos. São apenas peças de marketing que alguns candidatos se utilizam a fim de chegar até o poder. O que deve existir na prática, é o trabalho sério, a dedicação e compromisso. É isso que a população espera do novo gestor do Crato. Aos revoltados de plantão, peço a sensatez, para que não transformem o início de uma gestão num tumulto. Haverá muito tempo para as observações. Utilizando-se de um velho adágio: "Mais devagar, que o santo é de barro"...
Desejo PAZ, SAÚDE, FELICIDADE, e uma Feliz Páscoa ao prefeito Ronaldo Gomes de Matos e à sua Família.
E Paz, Juízo e Sabedoria aos lamentadores de plantão

Por: Dihelson Mendonça
www.blogdocrato.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.