27 março 2013

Chuvas registradas em 80 municípios


Na madrugada de ontem, voltou a chover bem na região Sul do Ceará. A Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) registrou precipitação em 80 municípios. A maior ocorreu em Lavras da Mangabeira (70mm). Em Missão Velha, no Cariri, choveu 67mm, e em Caririaçu, 56mm. Desde a madrugada de anteontem que há ocorrência de chuvas localizadas em várias regiões do Estado provocada por formação de um Vórtice Ciclônico de Altos Níveis.

Na localidade de Varjota, zona rural de Iguatu, o produtor Francisco Oliveira, começou ontem o cultivo de um hectare de milho e feijão. Espera que as chuvas continuem para colheita de safra em maio FOTO: HONÓRIO BARBOSA

De acordo com a meteorologista da Funceme, Dayse Moraes, a tendência é de afastamento do Vórtice Ciclônico de Altos Níveis a partir de hoje. "O sistema meteorológico está se afastando para o Sul, em direção da Bahia", disse. "Dessa forma, a ocorrência de novas chuvas no Ceará fica desfavorável, diminuta". Os modelos da Funceme não conseguem prever se nos próximos dias, esse tipo formação voltará a atuar sobre o Estado.

O Vórtice Ciclônico de Altos Níveis é um conjunto de formação de nuvens em círculo. "Geralmente, a chuva é provocada nas bordas Norte e Oeste", explicou Dayse Moraes. O principal sistema meteorológico que provoca chuvas no Ceará é a Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) que há meses permanece acima da Linha do Equador, no norte, provocando precipitações sobre o Oceano Atlântico.

No momento, a ZCIT está com influência sobre o Pará e Maranhão. "Há uma tendência de inclinar de forma moderada para o norte do Ceará, a partir do afastamento do Vórtice Ciclônico", explicou Dayse Moraes. "É bom que se frise que isso é uma possibilidade, e não certeza", completou.

No último dia 22, meteorologistas da Funceme e de outros Estados no Nordeste brasileiro, além de representantes do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (CPTEC/Inpe), divulgaram atualização do prognóstico para a quadra chuvosa no Ceará, que alcança o período de fevereiro a maio.

O encontro dos meteorologistas ocorreu em Recife e o prognóstico inicial, que é desfavorável, foi mantido, com 40% de probabilidade de chuvas abaixo da média, 35% na média e 25% acima da média histórica para o período. A temperatura superficial das águas do Oceano Atlântico Sul está neutra e do Atlântico Norte, permanece mais aquecida. Esse quadro, denominado Dipolo positivo, é, portanto, desfavorável a ocorrência de chuvas no sertão do Ceará.

"Se fosse o inverso, seria favorável, mas infelizmente esse modelo permanece", esclareceu a meteorologista da Funceme, Cláudia Rickes. No campo, os agricultores aproveitaram as últimas chuvas que banham o Ceará desde o último dia 19 e começaram o plantio de grãos.

Plantio

Na localidade de Varjota, zona rural de Iguatu, o produtor rural, Francisco Oliveira, começou ontem o cultivo de um hectare de milho e feijão.

"Está tarde porque estamos no fim de março, mas espero que continue chovendo em abril e até a primeira quinzena de maio, que é suficiente para colher a safra", disse. "Quem vive da agricultura não pode desistir", complementou.

O ciclo produtivo do feijão e do milho de variedades precoces ocorre em 45 dias. Com poucas chuvas, é possível obter uma colheita. O solo está úmido e os produtores rurais utilizam tratores e arado à tração animal para fazer o preparo do solo. A maioria deles faz o cultivo dos grãos com o uso de máquina manual, plantadeira.

No Cariri cearense, as condições climáticas são mais favoráveis. A chuva já deixou a terra bem molhada e o pasto nativo (gramíneas) nasceu, dando um alívio aos criadores. O rebanho bovino, aos poucos, consegue forragem para alimentação. "As chuvas são poucas e localizadas, mas já melhorou muito a situação no sertão", observou o diretor de políticas agrícolas do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Iguatu, Marciano Souza. "Tomara que continue assim".

Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.