17 fevereiro 2013

R E F L E X Ã O - Por: Wilson Rodrigues


Certa vez um Rei tinha quatro esposas. Dava a cada uma um tratamento diferente, de acordo com seus sentimentos. Para a quarta esposa o Rei dava os melhores presentes, os melhores perfumes, as melhores vestes e a levava a presença de outros Reis. Mas era pela terceira esposa que o vaidoso Rei tinha o maior zelo e nela depositava todo seu ciúme. Pela segunda esposa seu sentimento era de apreço, estima e consideração. Era a quem ele falava de seus negócios e confidencias. Já pela primeira esposa o Rei não dava tanta importância, por ser ela raquítica e inexpressiva aos seus olhos. Certa vez o Rei adoeceu e nos seus últimos momentos chamou a quarta esposa e disse: “querida mulher, você sempre recebeu de mim a minha melhor atenção e preocupação. Dei-te os melhores presentes e tudo que me pedistes. Agora minha vida está no fim, você quer morrer comigo?” A esposa respondeu: “Que proposta mais absurda, meu Rei. Você deve morrer sozinho, me deixe fora disto”. O Rei chamou a terceira esposa e disse: “querido amor, por você sempre te dei o melhor trato. Cuidei de você a vida inteira e nunca deixei te faltar nada. Estou morrendo, queres morrer comigo”? Ela respondeu: “Querido Rei, não morrerei contigo, foi bom enquanto durou e logo que você morrer casarei com outro”. Então o Rei chamou a segunda esposa e disse: “mulher, por você dei todo o meu carinho, esforço e admiração. Estou morrendo, queres morrer comigo? A esposa disse: “Não morrerei contigo meu Rei. Logo que você se for, eu estarei na posse de outro, morra sozinho”. Logo entrou no quarto a primeira esposa, aquela que foi a vida inteira ignorada e disse: “meu Rei, meu amor, morrerei com você e irei onde você for”.

A moral da historia é que este Rei pode ser eu ou você. A quarta esposa é representada em nossas vidas pelo nosso corpo, a quem oferecemos todos os nossos esforços para mantê-lo em bom estado de conservação e sempre bonito para os outros admirá-lo. Gastamos uma fabula nas academias, lojas e boutiques, dando a ele o que há de melhor. A nossa terceira esposa significa as nossas posses, nossos bens materiais, pelos quais somos apegados e ciumentos ao ponto de não querermos dividi-los com ninguém. A segunda esposa é representada pela nossa família a quem depositamos nossas confidencias e problemas. Por ela temos o respeito, preocupação e cuidado extremo. A primeira esposa é a nossa alma, que pouco zelamos e nem sequer lembramos-nos dela ao ponto de pensar que ela nem existe. Porem a alma representa as partes material e imaterial do homem. Em seu mais básico significado ela significa VIDA e se refere a pessoa como um todo “Viva ou Morte”. A alma é diferente do espírito. O espírito se refere somente a faceta imaterial humana, porem interligado a ALMA.

Wilson Rodrigues
Radialista/Membro do Blog do Crato e Portal de Notícias Chapada do Araripe

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.