30 dezembro 2012

Notícias da Semana -- Por Armando Rafael


Aniversário de Dom Fernando

Nesta 5ª feira, 27 de dezembro, o bispo de Crato – Dom Fernando Panico – chegou aos 67 anos de idade. Ele nasceu no finalzinho de 1945, mas seu pai resolveu registrá-lo somente no dia 1º de janeiro de 1946, para esquecer os horrores que  os italianos sofreram no final da Segunda Guerra Mundial, ou seja, em 1945. Neste 2012 um número de pessoas bem maior do que os anos anteriores acorreu  à residência do bispo para parabenizá-lo. Além da tradicional Renovação do Sagrado Coração de Jesus, pessoas simples e grande número de padres e religiosas foram manifestar seu apreço a Dom Fernando.

Bispo estimado

Em nome do clero, usou da palavra o Cura da Catedral, Padre Francisco Edmilson Neves Ferreira. Ele disse a Dom Fernando que o bispo podia contar com a estima, amizade e fidelidade da imensa maioria dos católicos do Sul do Ceará. Dentre as dezenas de presentes levados para o aniversariante um chamava a atenção: um belíssimo presépio, de grande tamanho, esculpido por um jovem residente no distrito de Rosário (município de Milagres), que veio com toda sua família hipotecar solidariedade ao bispo.

A beleza da Sé Catedral


Faltou decoração natalina na cidade de Crato neste 2012. E não foi só por parte da Prefeitura. Também as vitrines das lojas não receberam arranjos natalinos, como ocorria nos anos anteriores. Triste! O que “salvou a pátria” foi a inauguração da nova iluminação – externa e interna – da Catedral de Nossa Senhora da Penha. Beleza! Do alto do bairro Seminário a visão noturna da Sé cratense chamava a atenção. Parabéns ao dinâmico Padre Edimilson pela iniciativa,  que agradou a totalidade dos cratenses.







Luz para todos

Foi divulgado um  levantamento da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), reconhecendo, oficialmente, a existência de 1 milhão de famílias brasileiras que não têm energia elétrica em suas casas. Este número de domicílios brasileiros no escuro é bem maior do que o governo estimava (com base no censo do IBGE de 2010) que seriam apenas 378 mil casas sem energia elétrica. Passou longe o cálculo governamental...


No rumo certo?


Parece que  esta expressão – utilizada pela presidente Dilma Rousseff no seu pronunciamento de fim de ano – não traz muita sorte a quem dela se utiliza. “O Brasil está no rumo certo” disse a presidente... Será? E as quedas humilhantes do nosso Produto Interno Bruto–PIB, já conhecido, mundo afora,  por “pibinho”? E a inflação acima dos 6%? E as denúncias de corrupção em  todos os níveis que já se alastram até nas prefeituras das menores cidades brasileiras?  E a  máquina pública federal, super inchada de incompetentes “cumpanhêros”?



Tá feia a coisa

E o  Índice de Desenvolvimento Humano–IDH, do Brasil,   um dos piores da América Latina, abaixo até da Argentina, do Chile e do Uruguai?  E o “Custo Brasil”, com as elevadas taxas de tributos embutidas no custo da produção, tornando nossas indústrias um parque de sucatas incapaz de competir com as economias desenvolvidas? E as obras do alardeado PAC com 62% das obras em atraso e, mesmo assim, com um orçamento estourado em 30%,  como a transposição do Rio São Francisco, a construção da Transnordestina, dentre outras? E os salários dos aposentados? E a segurança, saúde e educação pública em petição de miséria?

Estamos no rumo errado

A iniciativa privada também não anda com essa corda toda... O lucro das empresas caiu; reduziram-se drasticamente a compra e a importação de máquinas; os IPOs (lançamentos de ações) diminuíram de R$ 11 bilhões em 2010 para R$ 7 bilhões e R$ 4 bilhões em 2011 e 2012, respectivamente, e as grandes empresas estão com muito dinheiro em caixa, sem investir, o  que demonstra uma falta de confiança nos rumos do País.

E por falar na Transnordestina

Saiba um pouco da “novela” dessa desgastante obra, (mais uma  do PAC). Na assinatura do protocolo de intenções – em 2005 – foi anunciado que a ferrovia custaria R$ 4,5 bilhões. A primeira previsão era de que a Transnordestina, trecho Piauí-Pernambuco, seria inaugurada em 2010. No entanto, as obras só começaram em julho do ano seguinte quando foi anunciado um novo prazo:  2012, quando o PT completaria 10 anos no poder. Nova decepção. Neste final de  2012, a  obra não alcançou, sequer, 20% do previsto.  Bom lembrar que em 2008, já havia um novo preço firmado em contrato: R$ 5,4 bilhões e nova previsão de inauguração (garantida por dona Dilma): 30 de dezembro de 2014, penúltimo dia da gestão da atual presidente. Anunciou-se agora que  a ferrovia não será inaugurada antes de 2015. A obra, iniciada em 2006, entrou em ritmo ainda mais lento neste segundo semestre de 2012 devido ao acirramento de um impasse financeiro – já antigo – entre o governo federal e a concessionária Transnordestina Logística S/A (TLSA).Resumo da opereta: controlada pela CSN, a concessionária agora quer R$ 8,2 bilhões -- quase o dobro da estimativa inicial -- para concluir a  ferrovia em... 2015.



Um governador "antenado"

Está na “Folha de S.Paulo” desta 6ª feira: “O governador do Rio Grande do Sul e ex–ministro da Educação e da Justiça nos governos Lula, Tarso Genro afirmou que o PT precisa esgotar a "agenda de solidariedade" aos réus condenados pelo mensalão. "Já falamos o suficiente sobre isso", disse Tarso, que  foi o presidente interino do PT de julho a outubro de 2005, durante a crise do mensalão. Ele assumiu o cargo logo depois que o escândalo derrubou o então presidente da legenda, José Genoino, e passou a defender uma "refundação" do partido.

Que admite falência do socialismo

Disse mais Tarso Genro: “Nossa agenda não pode ser ficar a vida inteira explicando a ação penal 470 [o mensalão]. E nem uma agenda que seja predominantemente de solidariedade aos companheiros condenados. O partido tem que se atualizar profundamente em relação aos métodos de direção, ao seu programa de governo. É o que defendemos para que o PT retorne às suas origens. Mas retorne sabendo que existe uma outra sociedade de classes hoje, que o projeto socialista concreto faliu”.

Pseudo-ingênuo

Frei Betto, antigo assessor-especial de Lula, saiu do seu silêncio (obsequioso? por problema de consciência?) e concedeu uma entrevista neste final do ano, na qual –  bem diferente das da sua conhecida veemência passada –  fuzilou:  " O PT precisa esclarecer o que houve no mensalão". Como se existisse algum brasileiro que ainda não soubesse...Disse mais Frei Betto: "não vejo um projeto de Brasil no PT, vejo um projeto de poder". Grande novidade!

No mais

O Paraguai foi excluído do Mercosul por supostamente ter violado a Constituição na cassação de Fernando Lugo. Na Venezuela, se até o dia 10 de janeiro Chávez não tomar posse, segundo a Constituição, em 30 dias devem ser realizadas novas eleições. Se a Venezuela burlar a Constituição do país para que a posse de Hugo Chávez só ocorra quando ele quiser, será que os presidentes do Brasil, Argentina e Uruguai vão também impedi-la nas decisões no Mercosul, como fizeram com o Paraguai?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.