30 dezembro 2012

Governo do Ceará libera R$ 5,6 bilhões em ações estruturantes e de convivência com a seca


O governador Cid Gomes anunciou, nessa sexta-feira [28], um pacote de R$ 5,6 bilhões em ações estruturantes e de convivência com a seca.

A solenidade foi realizada pela Secretaria do Desenvolvimento Agrário [SDA], no Parque de Exposições Governador César Cals, em Fotaleza. Cid anunciou a construção da primeira etapa do Cinturão das Águas do Ceará [CAC], que terá investimento de R$ 1,6 bilhão. A primeira etapa terá 155 quilômetros de extensão e deve interligar o município de Jati a Cariús, na região Centro Sul, transpondo águas do Rio São Francisco através de um conjunto de canais e adutoras.  O objetivo é levar água a todas as bacias hidrográficas do Ceará e para população mais isolada. O CAC será formado por um canal principal que vai margear a Chapada do Cariri, no sentido leste-oeste, para, em seguida, com direção sul-norte, atravessar as bacias do Alto Jaguaribe e Poti-Parnaíba, atingindo a bacia do Rio Acaraú.  De acordo com a SRH, a previsão é de que a integração disponibilize 45 mil metros cúbios de água por segundo para o Ceará. O Cinturão se constitui de um grande sistema gravitário de canais para a condução das águas do São Francisco para a 93% do território cearense, inclusive para as regiões mais secas do Estado, bem como para aquelas de potencial turístico e econômico.  Após a conclusão da primeira parte, o Governo do Estado prevê a construção de uma segunda etapa. O investimento total para todo o projeto é de R$ 7 bilhões. Outra ação destaca pelo Governador na área de segurança hídrica foi a conclusão do trecho 5 do Eixão das Águas, com investimento de R$ 333,2 milhões.
 
O Eixão é um conjunto de obras composto por uma estação de bombeamento, canais, adutoras, sifões, e túnel que realiza a transposição das águas do Açude Castanhão para a Região Metropolitana de Fortaleza [RMF], reforçando o abastecimento, numa extensão de 255 km, inclusive na RMF e Complexo Industrial do Pecém, fazendo a integração das bacias hidrográficas do Vale do Jaguaribe e da Região Metropolitana, beneficiando uma população de aproximadamente quatro milhões de habitantes. O último trecho dá garantia hídrica por 30 anos para a RMF e os empreendimentos localizados no Complexo Industrial e Portuário do Pecém [CIPP].

As ações anunciadas pelo governador Cid Gomes destacam ainda a construção de sistemas simplificados de abastecimento de água, sistemas de abastecimento de água, construção de cisternas de placas, barragem, adutoras e conclusão da segunda etapa da Estação de Tratamento de Ágia [ETA] Oeste. SDA O pacote que contempla a SDA tem investimento de R$ 1,1 bilhão.  Na solenidade, Cid Gomes e o secretário da SDA, Nelson Martins, assinaram ordem de serviço com Organizações Não Governamental [ONGs] para construção de 33.400 cisternas de placa e 7.800 quintais produtivos com cisternas de produção, beneficiando mais de 90 municípios com investimento superior a R$ 130 milhões. Também foram divulgados três editais do Projeto São José III para investimento em sistemas de abastecimento d'água, esgotamento sanitário e projetos produtivos, contemplando as cadeias produtivas da ovinocaprinocultura, apicultura piscicultura e agricultura irrigada. O investimento será de R$ 47,7 milhões. Através do Programa Água Para Todos, foi assinada ordem de serviço com a Cooperativa Cearense de Prestação de Serviço e Assistência Técnica LTDA (Cocepat) e com a empresa New Ello para os serviços de ação social e concepção de 1.350 sistemas simplificados de abastecimento d'água e implantação de 14.228 cisternas de polietileno. O investimento total é de aproximadamente R$ 7 milhões. Foram entregues sistemas de irrigação para agricultura familiar, representando investimento superior a R$ 1,3 milhão e beneficiando 110 famílias. Também foram entregues projetos de cultivo de frutas e hortaliças [mandalas], de mini-fábricas de compostagem orgânica, medidores horo-sazonal, tanques de resfriamento de leite e kits de higienização da ordenha, bibliotecas Arca das Letras e certificados de implantação de telecentros do Projeto Territórios Digitais/Casa Digital do Campo.

Investimentos:

Secretaria dos Recursos Hídricos – R$ 1,2 bilhão
Cagece – R$ 546,5 milhões
Cogerh – R$ 39,3 milhões
Barragem – R$ 817 milhões
Trecho 5 do Eixão das Águas – R$ 333,2 milhões
Cinturão das Águas do Ceará – R$ 1,6 bilhão
Secretaria do Desenvolvimento Agrário – R$ 1,1 bilhão

TOTAL – R$ 5,6 bilhões 28.12.2012

GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.