10 agosto 2012

MPF-CE denuncia falta de estrutura, guias e seguranças em geopark


Diretor do Geopark do Araripe diz que solicitou vigias das prefeituras. Geopark abrange seis cidades do Ceará e é rico em fósseis de dinossauro.Projeto prevê construção de mirantes e ponto de atendimento a turistas (Foto: Agência Diário).

Geoparkararipe300O procurador da república no Ceará Rafael Ribeiro Rayol fez um pedido, por meio de procedimento administrativo, de recuperação e melhora na infraestrutura do Geopark do Araripe, no Sul do Ceará. Segundo o procurador, os 26 geoparques na Floresta do Araripe “estão sem infraestrutura adequada para o recebimento de visitantes e inexiste segurança, tanto para o patrimônio cultural ali exposto quanto para o visitantes”.
O diretor do geopark, Idalécio Batista, diz que em algumas áreas do geopark há vigias durante 24 horas. Os vigias são servidores do estado e ficam em áreas da floresta de responsabilidade do governo do estado. Em outras áreas, de responsabilidade do município, faltam seguranças. “Nós já dialogamos com as cidades, mas eles não põe os vigias, alegam que vai onerar a folha”, diz Idalécio.
O Geopark Araripe abrange a área de seis cidades do Sul do Ceará: Crato, Juazeiro do Norte, Barbalha, Missão Velha, Nova Olinda e Santana do Cariri. A região é rica em fósseis de dinossauros e insetos extintos há 70 milhões de anos ou mais.
O procurador Ribeiro Rayol denuncia também a falta de guias turísticos no parque. “Sequer há guias para atender a população e promover a função essencial do Geoparque de fomentar a educação ambiental e o desenvolvimento sustentável na região”, diz o procurador.
Segundo Idalécio, 21 dos 26 geoparques na Floresta do Araripe são contemplados com o serviço de guias. O governo do estado promoveu cursos para capacitar guias turísticos. Estagiários dos cursos de geografia e geologia da Universidade Regional do Cariri (Urca) também são capacitados para guiar turistas nos parques. O guia turístico, explica Idalécio, deve ser solicitado à direção do parque, pelo telefone (88) 3102-1237.
Quanto à denúncia de infraestrutura de má qualidade feita pelo Ministério Público Federal no Ceará, Idalécio diz que um projeto da Secretaria das Cidades do Governo do Estado do Ceará vai implantar mirantes e pontos de atendimento a turistas nas rotas do parque geológico.

Do G1 CE
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.