08 agosto 2012

Ministro pede reajuste dos combustíveis


Ao defender, nesta quarta-feira, o reajuste dos combustíveis, o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, lembrou que há nove anos não se faz nenhum reajuste na bomba. Questionado sobre se o governo gostaria de esperar mais um pouco, Lobão admitiu que essa orientação sempre existe. "Mas a orientação muitas vezes se choca com a necessidade. O governo gostaria que esperasse um pouco mais, porém a necessidade é tão grande que o governo pode ceder", afirmou.

Segundo ele, uma avaliação sobre o reajuste vem sendo feita permanentemente pelo Ministério da Fazenda e pelo Ministério das Minas e Energia. "A possibilidade de haver um reajuste este ano existe, mas não existe a decisão", informou.

Lobão disse que o governo não vislumbra nenhum outro instrumento para socorrer a Petrobrás senão um aumento no preço dos combustíveis. O ministro lembrou que no ano passado, quando foi suspensa a cobrança da Cide sobre o combustível para o aumento não chegar na bomba a iniciativa não compensou o prejuízo.

Ele disse que esse reajuste ajudaria também o etanol a ser mais atrativo. "Precisamos ajudar o etanol porque temos necessidade de produzir cada vez mais e os produtores se queixam dos preços que são muito baixos em razão exatamente do preço da gasolina, que está muito baixo", disse.

Agência Estado

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.