30 agosto 2012

Mantega prorroga IPI menor para veículos por 2 meses


BRASÍLIA - O ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou nesta quarta-feira prorrogação do corte de Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para carros, por dois meses. De acordo com ele, com a medida, o governo deixará de arrecadar R$ 800 milhões nesse período e terá a contrapartida de manter o nível de emprego e redução de preços para o consumidor.

- A reação (da indústria automotiva) foi mais rápida e o custo é maior - afirmou Mantega que falou que a medida ainda ajuda na inflação.

Ele anunciou ainda a redução de imposto para bens de capital, ou seja, máquinas e equipamentos até o fim do ano que vem. A renúncia fiscal será de R$ 1,1 bilhão. Mantega também anunciou a prorrogação do corte de Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para materiais de construção até o fim do ano que vem. O benefício terminaria no fim de dezembro de 2012. A lista é de produtos é extensa. As alíquotas caíram de 15% para 4% ou de 10% para zero. A renúncia fiscal é de R$ 1,8 bilhão para os cofres públicos no ano que vem. Além de renovar, o governo ampliou a lista e incluiu pisos laminados, pisos de madeira sólida e até pisos vinílicos e dry wall. A alíquota do tributo passou de 5% vai para zero. A renúncia fiscal será de R$ 84,2 milhões até o fim deste ano e R$ 3,75 milhões para o ano que vem.

Além disso, a prorrogação do corte de Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para os eletrodomésticos conhecidos como "linha branca" também foi anunciada nesta quarta-feira. O benefício terminaria no dia 31 de agosto e foi estendido até o fim deste ano. A alíquota do IPI para fogões caiu de 4% para 0%. Para tanquinhos, passou de 10% para 0%. Refrigerador deixou de pagar 15% para 5% até 31 de dezembro. Já para máquinas de lavar, o tributo passou de 20% para 10%. A renuncia fiscal é de R$ 361 milhões de setembro até dezembro. Essa desoneração é válida só para produtos de eficiência energética A.

- Nós obtivemos um resultado muito bom com a redução do IPI e vamos continuar com essa redução - disse o ministro. Mantega informou ainda que foi prorrogado a redução de IPI de móveis, painéis e laminados também até o fim do ano. Esse benefício venceria no dia 30 de setembro. A alíquota de móveis passou de 5% para 0%.

Agência O Globo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.