13 agosto 2012

Construção de rodovia em Cedro provoca polêmica


Entre as comemorações da comunidade pela estrada, a Prefeitura questiona não ter participação no projeto

Cedro. Depois de décadas de espera, finalmente o projeto de construção de uma rodovia asfaltada interligando os distritos de Várzea da Conceição e Lajedo à CE -153, na zona rural deste Município, na região Centro-Sul, saiu do papel e começa a ser executado pelo Departamento Estadual de Rodovias (DER).

As obras tiveram início há 20 dias e dividem opiniões entre gestores e populares FOTO: HONÓRIO BARBOSA - A obra representa um sonho de milhares de moradores. Mas mal começou a ser executada gerou polêmica entre a Prefeitura de Cedro, a construtora e o governo do Estado. O secretário de Obras do Município, Manoel Siqueira, reclama que a Prefeitura não foi procurada nem pelo DER e nem pela empresa responsável pela obra, Silveira Sales Construtora. "A obra é feita em uma estrada vicinal, municipal", disse. "Não foi solicitado Alvará na Prefeitura, a empresa não apresentou projeto e não houve pagamento de Imposto sobre Serviço (ISS)".

Benefício

Ainda de acordo com Manoel Siqueira, somente agora, depois de 20 dias que o serviço começou, é que estão sendo realizando serviços de topografia. "Em muitas propriedades as cercas foram retiradas para alargar a rodovia, houve ocupação de parte de propriedade particular, sem o pagamento de indenização e nem concessão de termo de servidão pública ou mesmo de doação", afirmou o secretário. "A nosso ver, essa obra está irregular. Não há placa do valor e nem de licença da Semace". Siqueira frisou que a administração municipal não é contrária à execução da rodovia. "Sabemos que vai trazer grandes benefícios, favorecer o tráfego de veículos, a circulação de mercadorias e de pessoas", afirmou. "A administração não é contra o asfalto, mas a maneira que está sendo feita, sem nenhuma comunicação à Prefeitura, pois é uma estrada vicinal".

A obra de construção da rodovia entre os distritos de Várzea da Conceição e Lajedo, indo até a CE -153, começou há cerca de 20 dias. A via segue um traçado novo, que em alguns pontos é diferente da antiga estrada de terra, com o objetivo de reduzir o trajeto inicial de nove quilômetros para 6,7 km. A previsão de conclusão é para o mês de janeiro de 2013. Os operários e máquinas trabalham no serviço de terraplanagem. A obra começou a partir do distrito de Várzea da Conceição. A pista terá oito metros de largura, seguindo o padrão normal de rodovias estaduais. A Ordem de Serviço para o início da estrada foi dada em 31 de julho passado pelo DER.

Indiferença

Indiferente à polêmica entre Prefeitura, Construtora e governo do Estado, os moradores dos distritos de Várzea da Conceição e Lajedo estão satisfeitos e comemoram o início da tão esperada obra. "Essa rodovia com asfalto é um sonho antigo dos moradores e vai trazer muitas vantagens", disse o comerciante, Jáder Oliveira. "Será uma riqueza para todos nós". O aposentado Francisco Bezerra foi taxativo: "A gente só está acreditando porque estão fazendo". O engenheiro de campo da construtora Silveira Sales, Francisco Magalhães, rebateu as reclamações apresentadas pelo secretário de Obras do município. "Temos licença de instalação da Semace e o nosso contrato foi firmado com o governo do Estado, após licitação realizada pelo DER. É uma obra estadual em um trecho que está no Mapa Rodoviário do Estado como rodovia implantada", disse. Negou que o serviço topográfico esteja em andamento. "O projeto já está concluído faz tempo". Magalhães salientou que a construtora não interfere na relação entre o governo do Estado e a Prefeitura. "Estamos apenas executando uma obra contratada, após vencermos uma licitação", disse. O engenheiro rebate a afirmação de que não tenha procurado a Prefeitura.

"Conversei com secretário, esclareci sobre o projeto que está disponibilizado para o município e solicitei Alvará de funcionamento, mas nos foi negado". O engenheiro ressaltou que não houve pagamento de ISS porque ainda não houve nenhuma fatura. "Os serviços começaram agora, portanto não foi feita nenhuma medição", afirmou. Por último, Magalhães esclareceu que o novo traçado tem por objetivo beneficiar um maior número de moradores dos distritos de Várzea da Conceição e de Lajedo, reduzido o trajeto. A Assessoria de Comunicação do DER informou que o órgão está enviando um engenheiro ao local para apurar as reclamações feitas pela Prefeitura local e analisar o andamento da obra.

Mais informações:
Departamento Estadual de Rodovias (DER)
Av. Godofredo Maciel,3000
Maraponga, Fortaleza
Telefone: (85) 3101. 5788

Repórter
Honório Barbosa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.